Homem pega arma e ameaça funcionário que cortou a luz de poste para trocar o padrão

Acusado entrou em casa, pegou uma arma e a usou para ameaçar o funcionário da Energisa

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Um homem de 37 anos que presta serviço para a concessionária Energisa denunciou um morador do bairro Primeiro de Março, em Cuiabá, por ameaça e injúria, depois que o cliente usou uma arma de fogo para ameaçá-lo, porque ficou sem energia durante um procedimento. No fim do caso, o acusado ainda foi preso por porte ilegal de arma e tráfico de drogas.

O caso aconteceu por volta das 10h50 dessa quarta-feira (10).

A vítima trabalha no Grupo Atual, que presta serviço para a Energisa, e foi até a rua do suspeito para fazer um procedimento de padronização. Para isso, era necessário desligar a energia das unidades consumidoras. Então, ele passou de casa em casa avisando sobre o procedimento.

Apesar do aviso, pouco tempo depois da interrupção de energia, o suspeito, um homem de 37 anos, saiu de casa irritado e reclamando por estar sem luz, de acordo com a vítima. Durante as reclamações, o homem ainda teria xingado o profissional.

A vítima contou à polícia que, pouco depois, o suspeito também saiu de casa portando uma arma de fogo e o ameaçando. No entanto, depois, ele saiu do local, retornando a sua casa minutos depois.

Quando a polícia foi até o endereço, a equipe pediu autorização para entrar na casa e, mesmo não encontrando a arma, localizou uma munição calibre 38, dentro do guarda-roupa, e uma porção de cocaína.

Assim, o acusado foi levado para a delegacia para prestar depoimento e o caso foi registrado como ameaça, consumo ilícito de drogas e porte ilegal de arma.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorFórum Sindical ameça greve geral caso governo não apresente nova proposta aos servidores
Próximo artigoEmpréstimo de R$ 50 milhões para a construção de viadutos em Cuiabá é firmado