Menino de nove anos conta estar sendo abusado sexualmente dentro da escola

Um homem estaria levando o menino ao banheiro e praticando os estupros

Imagem ilustrativa/Pixabay

A mãe de um menino de nove anos procurou a polícia nessa quarta-feira (16) afirmando que seu filho estaria sendo abusado sexualmente dentro de uma escola municipal localizada no centro de Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá).

Segundo o relato do garoto à mãe, o abuso já aconteceu várias vezes, sempre do mesmo modo: um homem leva a criança para o banheiro, tira a roupa dela e pratica o estupro.

Ele contou que desde que entrou na escola, em julho deste ano, está sofrendo os abusos sexuais. O homem frequenta a escola no período vespertino, conforme a criança, que não soube informar, contudo, se esse homem trabalha na instituição.

Conforme o boletim de ocorrência, a mãe reparou que há algum tempo o filho estava agindo de maneira estranha. Desconfiada, ela procurou a coordenação e a direção da escola para saber se estava acontecendo algo com a criança. Recebeu como resposta que o comportamento do menino seria normal.

Ainda assim, a mãe levou o filho a um psicólogo. O profissional afirmou que, pela forma de agir, a criança deveria estava sofrendo alguma violência, mas não soube dizer o que era.

Nessa quarta-feira (16), ao chegar da escola, o menino, então, resolveu contar à mãe do que se tratava.

O caso foi registrado como estupro de vulnerável, encaminhado para a Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, da Criança e do Idoso de Várzea Grande.

Por meio da assessoria de imprensa, a Secretaria Municipal de Educação de Várzea Grande informou que também vai acionar a Polícia Civil para que o caso seja investigado.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS