Mendes: “sempre fui contra lockdown”

Governador afirma que população precisa ter consciência para evitar crise na saúde pública

O governador Mauro Mendes (DEM) declarou que é contra o lockdown, interrupção das atividades econômicas como medida para conter a disseminação do coronavírus em Mato Grosso. A declaração foi dada nesta terça-feira (13), durante entrevista à Rádio Capital FM.

Porém, Mendes ressaltou que a restrição ao horário de funcionamento do comércio foi uma medida drástica diante do esgotamento de leitos de UTIs (Unidades de Terapia Intensiva).

“Sempre fui contra o lockdown, mas existe um momento em que tem que se fazer alguma coisa. Não se pode ficar assistindo a crescente onda de contaminação e internação, UTI bater 97% de ocupação e tocarmos a vida como se nada estivesse acontecendo”, afirma.

O governador ainda destacou que a responsabilidade individual é importante para evitar comportamentos que possam facilitar a expansão da Covid-19 como as crescentes aglomerações em locais de consumo de bebida alcoólica. Ao mesmo tempo em que a administração pública age firmemente para oferecer acesso à saúde pública.

“As pessoas precisam trabalhar, tocar suas vidas, mas peço a população para fazer sua parte. Já temos o maior número de leitos da UTI no Centro Oeste. Fechamos 2020 com 403 leitos e em abril já estamos com 608. Apesar do grave momento, nunca faltou medicamento, só em fake news que circula. Apesar do sufoco, não faltou oxigênio para atender aos hospitais”, concluiu.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMauro Mendes diz que pior momento da pandemia pode já ter passado
Próximo artigoNova lei de trânsito traz mudanças no transporte de crianças em veículos; entenda