Mendes se irrita com fake news sobre tratamento

O governador usou as redes sociais para mostrar o segundo dia de isolamento no quarto de visitas de sua casa

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Diagnosticado com a COVID-19 na noite de quarta-feira (3), o governador de Mato Grosso Mauro Mendes (DEM) gravou vídeos na noite desta sexta-feira (5), do quarto de visitas de sua casa, para desmentir a notícia falsa de que teria viajado para São Paulo em  jatinho particular para se tratar no hospital Sírio Libanês.

No primeiro vídeo divulgado nas redes sociais do governador, Mauro Mendes aparece isolado e segurando o celular com a mulher e a filha caçula, Maria Luiza distantes, separados pela sacada.

“Olá meus amigos, estou aqui trancado em casa, no quarto de visitas”.

https://www.instagram.com/p/CBESaTNgtxx/?utm_source=ig_web_copy_link

Já no segundo vídeo, visivelmente irritado, Mauro Mendes, conta com mais detalhes sobre ter sido vítima de fake news.

“Olá meus amigos. Estou aqui cumprindo o isolamento social na minha casa, e eu estou aqui trabalhando graças a Deus bem. Mas hoje circulou em Cuiabá, um fake news, uma mentira descarada de que eu teria pego um avião para me tratar no hospital Sírio Libanês”. E ressaltou que não generaliza a classe jornalista por informações infundadas.

O governador aproveitou para pedir ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM) e ao presidente do Congresso Nacional Davi Alcolumbre para que a fake news seja punida com mais rigor.

“Pelo amor de Deus Congresso Nacional, nós precisamos acabar com essa malandragem da fake news. As redes sociais estão perdendo a credibilidade neste país. Porque tem alguns poucos vagabundos que escrevem o que querem, falam o que querem, inventa e fica por isso mesmo. Nós precisamos mudar a legislação no Brasil e resgatar a credibilidade nas redes sociais. A bola está com Congresso Nacional. Vamos trabalhar e atualizar essa lei e vamos botar moral na rede social brasileira.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCompre sem experimentar
Próximo artigoDurante pandemia, deputados apresentam 13 propostas de auxílios emergenciais em MT

O LIVRE ADS