Mendes, Botelho e a saia-justa

Pré-candidato arranca de colega do DEM críticas a Taques

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Pré-candidato do DEM ao governo de Mato Grosso, Mauro Mendes deixou o correligionário Eduardo Botelho constrangido ao fazê-lo criticar o governador Pedro Taques (PSDB).

Na entrevista coletiva de terça-feira (24), Mendes relembrou um momento de irritação do presidente da Assembleia Legislativa, quando ele chamou o governo de incompetente por atrasar o envio dos projetos da reforma tributária e do Teto de Gastos.

“Eu me lembro do dia em que Botelho, talvez um pouco irritado, certamente com razão, chamou o governo de incompetente porque anunciou dezenas de vezes que mandaria para a Assembleia uma reforma tributária e uma reforma administrativa. Eu pergunto ao presidente: essa reforma já chegou à Assembleia?”

Em voz baixa, Botelho respondeu que não. Mendes insistiu para que ele falasse ao microfone. “Em voz alta, por favor, presidente.” Dessa vez ao microfone, mas ainda olhando para baixo, Botelho repetiu. “Não, não tem esse projeto na Casa”, disse.

Apesar de ser filiado ao DEM, Botelho é um dos principais aliados de Taques, e disse que prometeu ao tucano apoiar sua reeleição em troca do apoio dele na eleição para a presidência da Assembleia.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorItamaraty diz que não há vítimas brasileiras no incêndio da Grécia
Próximo artigoIdoso é roubado, amarrado e agredido com prancha de facão