Medo de dentista? Homem acusa clínica de tortura após implantes darem errado

À polícia, o paciente disse que ficou seis meses sem conseguir se alimentar, com os pinos cortando sua boca constantemente

(Foto: Imagem ilustrativa)

Um tratamento dentário virou caso de polícia em Cuiabá. Um paciente registrou boletim de ocorrência acusando uma profissional e uma clínica pelas práticas de lesão corporal, tortura e estelionato.

O homem procurou a delegacia na última sexta-feira (13), por volta das 17h. Queria, além de registrar a queixa, realizar um exame de corpo e delito que comprovasse as lesões que sofreu.

Segundo o boletim de ocorrência, ele pagou cerca de R$ 9,4 mil para remover todos os dentes da parte superior de sua boca e substituí-los por implantes. O tratamento incluía ainda alinhamento e outros procedimentos na parte inferior.

O que aconteceu, conforme sua versão aos policiais, no entanto, foi que ele permaneceu por seis meses apenas com os pinos – sem os dentes implantados. E isso teria resultado em uma verdadeira mutilação de sua boca.

De acordo com o relato, todas as vezes que precisava se alimentar, o homem acabava com a língua e parte interna da boca cortados. Ao procurar a clínica em que realizava o tratamento para resolver a situação, ele era tratado com “descaso profissional”.

Ainda segundo o boletim de ocorrência, o paciente até conseguiu que os dentes fossem implantados, mas a falta de qualidade do material teria feito com que eles quebrassem pouco tempo depois.

Com isso, os pinos voltaram a aparecer, as lesões se repetiram e o paciente ainda era submetido a constante constrangimento perante outras pessoas.

“O descaso dos profissionais que lhe atenderam é pior que o tratamento dado pelo pior nazista ao melhor dos judeus”, escreveu o policial que registrou o boletim de ocorrência, reproduzindo as palavras do paciente.

Além do exame de corpo e delito, o homem requereu que a polícia encaminhe cópia do inquérito policial ao Conselho Regional de Odontologia. Sua intenção é que a clínica seja fechada e o registro da profissional que o atendeu seja cassado.

O LIVRE não vai citar o nome da clínica e da profissional acusada por ainda não ter conseguido contato para saber a versão deles da história.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

  1. Quando for fazer um tratamento de dentes de alta complexidade tem de ter referência sobre o profissional, hoje aqui em Cuiabá MT o Que tem de picareta não está escrito, minha família pegou uma aqui no cpa 4, eita tá dentista picareta, vive mudando de endereço, já teve até em Várzea Grande, ficou devendo pra nós 600 até ontem. Eu implantei 12 dentes, não tive dor, nem transtornos nenhum, maior investimento da minha vida.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMulher vai bêbada a casa do ex, quebra seu carro e o ameaça de morte
Próximo artigoDomingo é dia de macarrão! Conheça a cozinha a céu aberto do Walmir