Médico é preso após agredir a mãe dentro do hospital

Cirurgião resistiu a prisão e precisou ser algemado pelos policiais

(Foto: Divulgação/Pixabay)

Um cirurgião foi preso por agredir a própria mãe, uma senhora de 87 anos, dentro de um hospital particular em Cuiabá. A ação foi testemunhada por outros pacientes que estavam no local. Um vigilante do estabelecimento resolveu intervir e chamou a polícia.

Conforme informações do boletim de ocorrência, o médico de 52 anos deu um tapa forte na mão da mãe e depois tomou o celular dela. Em seguida, jogou o aparelho no chão.

O segurança abordou o suspeito e ele negou estar batendo na mãe, que confirmou a versão do filho.

Mesmo assim, o profissional chamou a polícia, tendo em vista que a cena foi captada pelas câmeras de segurança do hospital.

Quando os militares chegaram, o cirurgião tentou resistir à prisão e precisou ser algemado.

Este não é o primeiro boletim de ocorrência envolvendo o médico, que também é acusado de tentar invadir um apartamento e agredir os vizinhos no prédio onde mora.

Ele ainda é apontado como réu em dois processos criminais em tramitação na Justiça. Um deles é referente aos crimes de calúnia e difamação e o outro sobre um possível erro médico que resultou na morte de uma paciente.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDez anos depois, pai descobre que filha foi estuprada aos seis anos de idade
Próximo artigoUFMT responde

O LIVRE ADS