MDB desinteressado

Eleição ao Senado não é a prioridade do partido, diz deputado estadual

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Grande parte do MDB está desinteressada na eleição suplementar ao Senado. Apesar de um pequeno grupo defender uma candidatura própria, a maioria acha mais viável estabelecer aliança ou com Carlos Fávaro (PSD) ou com Otaviano Pivetta (PDT). A vaga de primeiro suplente é o alvo.

Dentre o grupo minoritário, que defende candidatura própria, os nomes sondados são dos deputados federais Carlos Bezerra e Juarez Costa, além da ex-deputada federal Teté Bezerra.

Internamente, a maioria avalia que Bezerra já está sem vigor para disputar eleição, enquanto Teté está “apagada” politicamente. Já Juarez Costa é uma incógnita sem fim. Ora reclama da rotina em Brasília, dizendo que não está se adaptando, ora quer voltar à Prefeitura de Sinop.

Deputado federal, Juarez Costa ainda não teria se habituado a Brasília (Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Segundo o deputado estadual Thiago Silva, o partido está mais focado nas eleições municipais. A ao Senado não é uma prioridade.

“Vamos elaborar uma pesquisa de consumo interno e avaliar quais os candidatos com mais viabilidade. Após isso, devemos escolher com quem querermos formar aliança e tentar a primeira suplência”.

O parlamentar afirma que Fávaro está entre os favoritos. Nas eleições 2018, o MDB já o apoiou. Por outro lado, as negociações na suplementar vão dar o tom para a eleição municipal, então, ainda pode haver mudança.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorIgreja católica divulga programação do 34º Vinde e Vede
Próximo artigo“Uberização do trabalho”: 76 mil migraram para vida sem carteira assinada em MT