Max Russi e Carlos Brito assumem direção do PSB na fase pós-Valtenir

Com segunda destituição em um ano, partido se reestrutura e se prepara para as eleições

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

O deputado estadual Max Russi foi nomeado como presidente da nova comissão provisória do PSB em Mato Grosso. O ex-secretário de Estado Carlos Brito (ex-PSDB), que retornou à sigla na semana passada, é o novo secretário secretário-geral. Trata-se da segunda mudança no comando do PSB em menos de um ano, e foi feita depois da desfiliação do antigo presidente, o deputado federal Valtenir Pereira (PMDB).

A comissão provisória é composta ainda por Josair Jeremias Lopes como vice-presidente e Francileide Fontinelli Passos como segunda vice-presidente. O novo secretário de Finanças é Edevandro Rodrigo Guadalin, enquanto Allan Renner Tavares é o secretário de Formação Política. Mariuso Damião Ferreira é o secretário de Organização Partidária.

Max Russi disse que não teme uma nova canetada que mude a direção da sigla, como ocorreu há um ano, com a destituição do deputado federal Fábio Garcia (hoje no DEM) e da executiva que Max participava, e ocorreu novamente nesta semana.

“Vamos trabalhar com bastante tranquilidade. No ano passado, o problema foi que o partido tomou uma posição contrária às reformas trabalhista e previdenciária [e Fabio Garcia votou a favor] e agora foi pela saída do Valtenir. Se ele não tivesse saído do PSB, não teria havido destituição”, disse.

O novo presidente explicou que a comissão provisória deve ser mantida até às eleições de outubro deste ano. Somente depois disso é que ele vai trabalhar na eleição de um novo diretório. Segundo Russi, pelo estatuto do PSB, o partido precisa atingir 5% dos votos para a Câmara Federal no Estado para ter direito a eleger um diretório.

Para isso, a sigla estuda diversos nomes para lançar na disputa pelas cadeiras de deputado federal. Entre eles, o ex-prefeito de Dom Aquino Josair Lopes, o servidor do Instituto de Defesa Agropecuária (Indea) Max Campos e a ex-secretária de Saúde de Rondonópolis Marildes Ferreira. Para conseguir votos na capital, a sigla deve lançar o vereador Marcelo Bussiki ou Gilberto Figueiredo.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

  1. Agora sim meu federal aqui em dom Aquino, juscimeira, nova Brasilândia, primavera do Leste, alto Araguaia, Rondonopolis, jaciara já vínhamos trabalhando a plataforma política agora colado com o seu Xara Russi vamos fazer se Deus quiser essa Dobradinha dar certo ambos ficha limpa, com uma história bonita de amizades e auxílio pra uma sociedade melhor. Pensando assim teremos finalmente um legítimo representante em Brasília do funcionalismo público. TMJ MAX s

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorConfira os filmes que concorrem a vaga em mostra nacional do Sesc
Próximo artigoSexta-feira 13, na encruzilhada