Mauro Mendes reconhece que críticas do agro são pertinentes

O governador Mauro Mendes está próximo de completar 100 dias de gestão

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Após desagradar representantes do setor do agronegócio de Mato Grosso com o aumento da taxação do setor, e próximo de completar 100 dias de gestão, o governador Mauro Mendes (DEM) reconheceu, nesta terça-feira (19), que as críticas dos empresários são pertinentes, mas ressaltou que as medidas implementadas em janeiro começam a dar sinais de uma pequena melhora na arrecadação do Estado.

“Os cidadãos estão um pouco com o saco cheio de pagar tantos impostos, taxas e tributos nesse país. É lamentável, mas nós tivemos que lançar mão desses mecanismos para ajudar a recuperar a atividade econômica do Estado”, disse ele, após prestigiar a abertura da reunião dos Fundos Emergenciais para Saúde Animal.

Embora tenha ressaltado avanços na arrecadação, Mauro Mendes pontuou que os problemas são complexos e que ainda há um longo caminho a ser percorrido. “Mato Grosso deve a Deus e a todo mundo, sua cadeia de suprimentos está altamente comprometida por falta de pagamento. Temos um registro de atraso de 10 dias da chamada data-limite para pagar os servidores públicos, mas o que muda a realidade é o trabalho sério e o tempo”.

O democrata assumiu o governo com um déficit orçamentário de R$ 1,9 bilhão, dívidas que beiravam os R$ 4 bilhões e salários de servidores em atraso.

Em janeiro, decretou a situação de calamidade financeira do Estado, como uma forma de tentar obter mais rapidamente recursos da União, e garantiu a aprovação de um pacote fiscal junto à Assembleia Legislativa, cujas medidas incluía a criação do novo Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab).

No primeiro mês de mandato, as contas do Estado fecharam com um déficit de R$ 168,8 milhões.

Conforme números oficiais do Executivo, Mato Grosso arrecadou R$ 1,361 bilhão em janeiro e contraiu despesas num total de R$ 1,529 bilhão. Em fevereiro, o déficit foi de R$ 118 milhões.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCinebiografia de Allan Kardec, pai do Espiritismo, ganha trailer; assista
Próximo artigoProfessor universitário chinês obriga alunos a adicionarem mais de 1500 amigos em rede social para dar nota 10