Mauro Mendes assina decreto que extingue cargos e enxuga estrutura da MTI

As mudanças ocorreram principalmente na parte administrativa da MTI, com a redução dos cargos comissionados e das diretorias da empresa

Foto: Assessoria

O governador Mauro Mendes assinou o decreto que modifica a estrutura organizacional da Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI) e extingue 30% dos cargos em comissão, a fim de contribuir para a viabilidade econômico-financeira da MTI.  O decreto nº 38/2019 está publicado no Diário Oficial que circulou na sexta-feira (15). Veja em anexo.

De acordo com o decreto, as mudanças ocorreram principalmente na parte administrativa da MTI, com a extinção do cargo da chefia de gabinete e a redução de quatro para duas diretorias:  Diretoria Administrativa e a Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação.

Estas, por sua vez, se readequaram e absorveram as funções das demais diretorias. Além disso, houve alteração nas nomenclaturas e funções no nível de Apoio Estratégico e Especializado.

Segundo o presidente da MTI, Kleber Geraldino, essas medidas foram tomadas para atender as diretrizes do Governo do Estado, de economia de recursos públicos, além de otimizar o fluxo de trabalho na empresa.

Também houve a extinção de 20 cargos comissionados, passando de 67 para 47 cargos, bem como a readequação dos salários pagos a esses servidores. A redução já havia sido aprovada pelo Conselho de Administração da MTI no início de janeiro.

Com as mudanças, o presidente da MTI terá o prazo de 150 dias para editar o Regimento Interno a fim de estabelecer a competência e o funcionamento de suas unidades administrativas, bem como as atribuições dos servidores lotados.

Desse modo, segundo o presidente, o quadro técnico da MTI fica mantido e a empresa permanecerá em condições de desenvolver projetos e prover soluções de Tecnologia da Informação e Comunicação ao Estado.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorComissão do Senado aprova convite para que Bebianno dê explicações
Próximo artigoMinistério estima queda nos valores da produção agropecuária em 2019