Mauro fica sem resposta

Democrata pediu direito de resposta sobre acusações de Pedro Taques

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

A Justiça Eleitoral negou, em decisão de mérito publicada nesta terça-feira (25), direito de resposta solicitado pelo candidato ao Governo do Estado Mauro Mendes (DEM) sobre declarações feitas pelo governador Pedro Taques (PSDB), que busca a reeleição, em entrevista concedida em 12 de setembro, ao vivo, à TV Centro América.

Durante a entrevista, o tucano disse que o ex-governador Silval Barbosa (ex-MDB), que é réu confesso de esquema de corrupção, estaria apoiando o democrata nas eleições deste ano, assim como o deputado federal Carlos Bezerra (MDB). Além disso, o acusou de não pagar funcionários, que estariam vivendo em situação precária.

No mérito, o juiz Mário Roberto Kono de Oliveira manteve a decisão liminar, que proibiu Taques de se referir a situação dos funcionários, que seria referente a uma matéria de 2015 e estaria sendo abordada pelo governador como se fosse contemporânea, mas indeferiu o pedido de resposta.

O magistrado ponderou que as afirmações sobre os apoios a Mauro não são “sabidamente inverídicas”, até mesmo porque a própria coligação que dá sustentação à candidatura do democrata é composta pelo MDB.

“Ou seja, não são inverdades flagrantes, de plano, pois, em sua maioria, foram publicadas por empresas jornalísticas, isto é, são de conhecimento notório. Ademais, os gestores públicos, os políticos, por serem figuras públicas, estão sujeitos a críticas mais engajadas a seus atos administrativos e, até mesmo, aos atos mais privados, mas que possuem relevância para o povo, eis que este é um dos ônus de se assumir uma carreira pública”, argumentou Kono de Oliveira.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMapa zera impostos dos principais inseticidas da safra brasileira
Próximo artigo“Ter chegado até aqui é uma vitória gigante”, agradeceu Laís Yasmin