Mato Grosso terá a apuração de votos mais fechada de sua História

Medidas que serão adotadas na apuração e contagem de votos, de barrar a presença da imprensa, de cidadãos e candidatos, têm como justificativa a "pandemia"

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Mato Grosso terá a apuração de votos mais fechada de sua história. No próximo domingo (15), cerca de 100 policiais vão fazer a segurança do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o tráfego de carros ficará interditado por mais de um quilômetro no entorno do prédio e somente servidores cadastrados e delegados de partidos poderão acompanhar o processo in loco. 

Pela primeira vez na história, a imprensa não poderá acompanhar a apuração dos votos no local: apenas pela TV, grupo de WhatsApp e Youtube.

As medidas foram anunciadas nesta semana pelo TRE-MT e a pandemia do novo coronavírus foi a justificativa para todo esse aparato, que não terá nem mesmo telão para acompanhamento próximo ao tribunal. 

O sistema de restrição começará a ser montado na manhã de sábado (14), quando às 6h as vias convergem para o prédio do TRE-MT serão fechadas para veículos a 1,3 quilômetro de distância.  

No domingo, a avenida Historiador Rubens de Mendonça terá bloqueada nos dois sentidos (bairro/centro, centro/bairro). Conforme a analista de segurança, Silvia Zanchett, após às 17h, quando encerra a votação, cerca de 100 policiais estarão distribuídos pelo tribunal. 

Trinta e seis vão acompanhar as atividades em 36 pontos interligados para apuração de votos, incluindo o plenário, onde serão contados os votos da eleição suplementar ao Senado, e o restaurante, local escolhido para a contagem de votos nas eleições municipais. 

“Só vai circular pelo prédio do tribunal as pessoas que tiverem o dístico da Justiça Eleitoral. Os carros vão ter que estar identificados com esse dístico; do contrário, serão retirados. Haverá uma placa com pedido de evitar aglomeração no lado de fora e se houver alguma, os policiais vão dispersar”, disse. 

No anúncio de medidas divulgadas para o dia da votação, o Tribunal Eleitoral afirma que a apuração será acompanhada no local somente pelos servidores públicos e delegados de partidos que deverão ser cadastrados identificados. Cerca de 300 pessoas devem estar presentes no prédio ao longo da apuração. 

Mantenha a distância 

Conforme a assessoria de imprensa do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT), as regras que vão valer para a apuração de contagem dos votos seguem o parâmetro que o tribunal vem adotando desde o início da pandemia no fim de março passado. 

“Até hoje os serviços são internos e o atendimento externo só mediante agendamento e em casos excepcionais. Todo o processo – propaganda eleitoral gratuita, registro de candidatura, enfim, fases foram feitas de forma virtual. Seria uma contradição adotarmos essas medidas e no dia da eleição permitir aglomeração em plena pandemia”, disse. 

Iniciativa do próprio TRE de Mato Grosso

As medidas saíram do próprio tribunal regional. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deixou o estabelecimento de regras para cada jurisdição, isso significa que os tribunais de outros Estados vão adotar regras diferentes. 

Sobre a falta de telão para acompanhamento de apuração próximo ao TRE-MT, a justificativa repassada foi de que essa liberação “tende a gerar aglomeração”. 

Questionado sobre o questionamento dos resultados por causa da restrição, o TRE-MT disse que conta com a colaboração dos partidos e candidatos e que “a transparência não será prejudicada” por todas as restrições impostas. 

Segundo o tribunal, vão ser liberados canais para acompanhamento nos aplicativos Resultados e Divulga, a página oficial no Youtube e o canal de TV da Assembleia Legislativa.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPoliciais são presos acusados de planejar assalto a comitê de candidato a vereador de Cuiabá
Próximo artigoPara fazer tudo certo na urna, eleitor pode treinar pela internet