Mato Grosso registra apreensão recorde de cocaína

Carga de uma tonelada foi avaliada em mais de R$ 26 milhões. Droga foi descoberta pelas polícias Militar e Federal, no programa Vigia

(Foto: Assessoria / MJ e Gefron)

Ministério da Justiça e Segurança Pública registrou a maior apreensão de cocaína do estado de Mato Grosso. A ação, apoiada pela Secretaria de Operações Integradas (Seopi), aconteceu neste fim de semana, durante abordagem de agentes de segurança pública que compõem o Programa Nacional de Segurança nas Fronteiras e Divisas, o VIGIA.

Foi interceptada mais de 1 tonelada da droga de uma só vez, escondida em um caminhão. Prejuízo de mais de R$ 26 milhões aos criminosos.

A apreensão realizada próxima a cidade de Cárceres (a 225 km de Cuiabá) foi recorde do Programa VIGIA, graças ao trabalho da Polícia Militar do estado, por meio do Grupo Especial de Fronteira (GEFRON). Foram encontrados 999 tabletes escondidos no fundo falso de uma carga, com 25 cabeças de gado.

O motorista do veículo foi preso e encaminhado à Delegacia da Polícia Federal do município. A investigação aponta que a droga estava sendo transportada da Bolívia.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, ressalta que o governo Bolsonaro tem combatido fortemente o crime organizado. “Faremos tudo o que tiver ao nosso alcance para fechar o cerco às organizações criminosas, por meio de ações integradas de repressão e descapitalização do crime organizado. Parabéns a todos os policiais envolvidos nesta ação”, diz o ministro.

Levantamento feito pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública aponta que as ações do VIGIA resultaram em um aumento de 38,5% no prejuízo aos criminosos no período que vai de janeiro a agosto de 2020, quando comparado ao mesmo período deste ano. “O trabalho integrado entre as polícias, aliado a operações de inteligência, é fundamental para que tenhamos resultados exitosos no combate ao crime organizado neste país. Quero parabenizar a todos os agentes de segurança pública, em especial aqueles que atuam na fronteira”, destaca o secretário de Operações Integradas, Alfredo Carrijo.

(Foto: Assessoria /MJ e Gefron)

Programa VIGIA

O VIGIA, projeto estratégico do Ministério da Justiça e Segurança Pública, atua em três eixos: operações, capacitações e aquisições de equipamentos e sistemas.

Em dois anos, foram quase R$ 3 bilhões de prejuízo aos criminosos, com a apreensão de mais de 870 toneladas de drogas, 113 milhões de maços de cigarros, além de embarcações, veículos e outros produtos oriundos do contrabando. Os números também mostram que, com o reforço da segurança nas fronteiras e divisas do país, o VIGIA evitou um prejuízo de mais de meio bilhão de reais aos cofres públicos.

O Programa está presente em 15 estados: Paraná, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Amazonas, Acre, Rondônia, Tocantins, Goiás, Roraima, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Pará, Amapá, Rio Grande do Norte e Ceará.

O VIGIA segue as diretrizes do Sistema Único de Segurança Pública (SUSP), com foco na atuação integrada, coordenada, conjunta e sistêmica entre as instituições.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDeputado federal vira investigado do STF por suposta difusão de fake news
Próximo artigoPara apoiar Lula em 2022, PSOL abre mão de candidatura à presidência