Mato Grosso receberá 7.020 doses da vacina Pfizer

Doses do imunizante chegaram ao Brasil na quinta-feira (29) e serão distribuídas aos estados pelo Ministério da Saúde

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre )

O Estado de Mato Grosso receberá 7.020 doses da vacina Pfizer. A distribuição nacional é feita pelo Ministério da Saúde e tem o objetivo de intensificar a Campanha Nacional de Vacinação contra a covid-19.

O imunizante fabricado pelo laboratório Pfizer apresenta uma série de especificidades. As doses chegaram ao país em câmaras que mantiveram a temperatura em -70ºC.

Para o armazenamento descentralizado do imunobiológico é necessário um freezer que mantenha a temperatura entre -25ºC e -15ºC. Nesta média, as ampolas podem ser armazenadas por até 14 dias.

Contudo, o secretário adjunto de Vigilância e Atenção à Saúde do Estado, Juliano Melo, esclarece que as doses têm resistência de cinco dias se preservadas entre 2ºC e 8ºC.

“O Estado conta com o equipamento para armazenar as unidades desta primeira remessa da Pfizer. Ainda assim, o imunizante pode ficar até cinco dias fora da temperatura ideal, mas é necessária uma dinâmica específica e muita atenção por parte das áreas técnicas. O próprio Ministério da Saúde orientou que as doses dessa primeira remessa fiquem restritas às capitais, justamente pela questão logística, pois este imunibiológico precisa ser aplicado em poucos dias”, pontua o gestor.

A eficácia da vacina Pfizer está estimada em 95% e o período para a aplicação da segunda dose é de até 21 dias. Nesta primeira remessa, os estados receberão apenas o quantitativo das primeiras doses, para uso imediato. Até o momento, não há data oficial para o envio deste primeiro lote de vacina.

O Ministério da Saúde reteve as unidades destinadas à segunda dose e encaminhará futuramente aos estados.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorÁguas Cuiabá mobiliza experiência e aprendizado para jovens em início de carreira
Próximo artigo“Petistas que roubaram este país durante 10 ou 15 anos”, diz Salles, rebatendo críticas