Mato Grosso quebra o próprio recorde de esmagamento de soja

O processamento do grão foi de 6,71 milhões de toneladas, 15,25% maior que a do ano anterior

Foto: Divulgação/Mapa

De janeiro a agosto, 6,71 milhões de toneladas da soja mato-grossense foram esmagadas nas indústrias do Estado. Volume recorde para o processamento da oleaginosa na região. No último mês foram beneficiadas 840,59 mil toneladas. Se comparado ao mesmo período do ano passado, a produtividade foi 15,25% maior e, 0,67% superior a julho deste ano.

De acordo com o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea), esse número podia ser ainda maior, uma vez que algumas indústrias não estavam em operação, “após as paralisações pontuais para manutenção no mês anterior”.

Embora o volume de esmagamento tenha sido agradável, “a margem bruta de esmagamento foi de R$ 223,86 toneladas, que vem reduzindo nos últimos meses, devido à valorização do grão no Estado”, aponta o relatório.

Ainda conforme o relatório, para se alcançar a projeção de oferta e demanda, que é de 9,29 milhões de toneladas, é necessário esmagar o total de 2,58 milhões de toneladas até o fim do ano.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.