Mato Grosso já arrecadou R$ 23,9 bilhões em impostos em 2019

Só em Cuiabá, os cidadãos já contribuíram com aproximadamente R$ 560.012 mi de janeiro até o dia 20 de setembro

(Foto: Reprodução)

Entre 1º de setembro e o dia 20, segundo dados do Impostômetro da Fecomércio-MT, Mato Grosso arrecadou em impostos cerca de R$ 1,768 bi, durante todo o ano o montante é de R$ 23,937 bi.

Em Cuiabá, os cidadãos já contribuíram com aproximadamente R$ 41.371 mi, nos primeiros 20 dias do mês, e de janeiro até a sexta-feira (20), R$ 560.012 mi.

No Brasil, o Impostômetro registra que neste 9º mês, R$ 130.539 bi entraram nos cofres públicos, o valor de 1º de janeiro até o dia 20 de setembro, às 16h30, é de R$ 1.766 trilhão.

O imposto é um tributo obrigatório cobrado pelo governo na esfera federal, estadual e municipal para custear as despesas administrativas nas áreas de infraestrutura, saúde, educação e segurança. O não pagamento pode gerar multas e até punição legal.

De acordo com informações da revista Exame, o Brasil está entre países que menos cobram impostos sobre renda.

Quem recebe altos salários no Brasil paga, em média, 32% menos impostos do que pessoas de alta renda em países que compõem o G-7 (grupo das nações mais industrializados do mundo, composto por Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido) e 31% menos que a média de pessoas nas mesmas condições na União Europeia.

Os dados são da UHY International, rede de empresas de auditoria e contabilidade que fez um estudo com 30 países, comparando os impostos aplicados a faixas salariais anuais de US$ 250 mil e US$ 1,5 milhão.

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorRebanho bovino reduz em 2018, em ano marcado por altas no abate e exportação
Próximo artigoALMT convoca ex-secretário réu para liderar debate sobre consciência e valores humanos