Máscara obrigatória: governo de MT lança programa para tentar conter o coronavírus

A partir do dia 13 de abril, em todo território mato-grossense o uso do equipamento - mesmo que caseiro - será exigido da população

(Foto: Reprodução)

“É o ideal? Talvez não seja”, disse o governador Mauro Mendes (DEM). Mesmo assim, o governo de Mato Grosso lançou nesta sexta-feira (3) o programa “Eu cuido de você e você cuida de mim”, que obriga o uso de máscaras de proteção facial em todo o território do Estado.

Um decreto instituindo o programa será publicado no Diário Oficial nas próximas horas. Mauro Mendes antecipou em uma transmissão ao vivo nas redes sociais, entretanto, que a medida passa a ser obrigatória a partir do dia 13 deste mês.

LEIA TAMBÉM

“Essa foi uma ideia que nasceu ontem (quinta-feira, 2), no final da tarde, em uma conversa no nosso gabinete”, disse Mendes.

De acordo com o governador, empresas públicas e privadas terão o prazo de uma semana para incentivar seus colaboradores e eventuais clientes a aderirem ao hábito. Passado esse prazo, o novo apetrecho será obrigatório para que o funcionamento dessas empresas seja autorizado.

Momentos antes do anúncio da campanha, o próprio governo de Mato Grosso – com o auxílio do Corpo de Bombeiros – já distribuiu as primeiras unidades do equipamento de proteção pessoal. A ação ocorreu em Cuiabá, em um supermercado localizado na Avenida Miguel Sutil e na região central da Capital, na Praça Bispo Dom José.

Máscara caseira

Durante todo o pronunciamento, embora tenha destacado que uma máscara caseira pode não oferecer 100% de proteção ao usuário, o governador Mauro Mendes também reiterou que muitos especialistas em saúde no mundo – incluindo o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandeta – tem afirmado que ela pode, sim, ser um importante instrumento para conter a disseminação do novo coronavírus.

E a intenção do governo do Estado é que as pessoas usem, de fato, máscaras caseiras.

(Foto: Freepik)

Secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo lembrou que – por conta da pandemia mundial – encontrar equipamentos industrializados tem sido uma tarefa árdua.

O pedido de Gilberto, dentro desse contexto, foi para que a população não compre esse material e deixe o estoque que ainda existe em Mato Grosso para os profissionais da saúde, muito mais expostos ao risco de contaminação.

“Você pode combinar com a roupa, com o que quiser. Mas deixem que as máscaras industriais sejam usadas pelos profissionais da Saúde”, pediu o secretário.

Recomendações continuam mantidas

Perguntado se o lançamento do programa visa “convencer” os prefeitos – em especial o de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) – de que o comércio pode ser reaberto e a população sair de casa, já que estão todos protegidos com as máscaras caseiras, o governador afirmou que todas as outra recomendações de isolamento social continuam mantidas.

“Mas é obvio que se reduzirmos muito [o índice de disseminação da covid-19] e formos para índices aceitáveis, isso pode contribuir para retomada das atividades econômicas”, ponderou.

Sobre que estabelecimentos devem permanecer fechados e quais podem voltar a funcionar, Mauro Mendes disse que a decisão cabe exclusivamente aos prefeitos.

Segundo ele, o governo do Estado não vai emitir um decreto válido para todos os municípios, vai apenas manter o que decreto que já existe e que apenas recomenda ações a serem adotadas de acordo com as realidades específicas de cada cidade.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

2 COMENTÁRIOS

  1. Os ônibus estão muitos lotados de manhã cedo como vomos resolver isto sou funcionário da rede publicada todos os dias de manhã estão ligados e ai o que fazer. Muito obrigado amém.

    Deus cuida de nós

  2. Obriga usar mascara não ajuda pois a maioria não sabe usar e com a mascara contaminada na cara o tempo todo o risco de contaminação é maior. O governador deveria tomar medidas mais importantes como por exemplo ajuda pra pessoas que estão passando fome por não conseguir trabalhar

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAdolescente tem queimaduras de 1º e 2º grau após acidente com álcool em gel
Próximo artigoÁguas Cuiabá fornece hipoclorito de sódio para desinfecção de áreas públicas

O LIVRE ADS