Marido que matou a esposa a facadas será levado a júri popular

Dnilson Gonçalves da Silva assassinou a companheira Inês Corrêa Lima em União do Sul, em agosto de 2021

(Foto: Reprodução / Facebook)

A Justiça decidiu que Dnilson Gonçalves da Silva deve ser levado a júri popular pelo assassinato da esposa, Inês Corrêa Lima, de 45 anos. A mulher foi morta a facadas, na casa onde vivia com o marido, na cidade de União do Sul (665 km de Cuiabá), agosto de 2021.

Em sua decisão, a juíza Thatiana dos Santos, da Comarca de Cláudia (567 km da Capital), onde é movido o processo, o homem cometeu um feminicídio, empregando recurso que dificultou a defesa da vítima. Inês foi morta com três facadas.

A decisão da magistrada foi divulgada no Diário de Justiça Eletrônico dessa quinta-feira (5).

Confissão

Santos lembra que, durante a audiência de instrução processual, Dnilson confessou o crime. À época do ocorrido, quando foi preso, também confirmou a autoria do assassinato aos policiais que atenderam à ocorrência.

Dnilson contou que o casal estava junto há 10 anos e tinham um filho de 9 anos, mas Inês já era mãe quando se casou com ele. Conforme o acusado, nos três meses que antecederam o crime, o relacionamento já estava conturbado.

No dia dos fatos, Dnilson disse que tinha saído para trabalhar e, após concluir suas atividades, o patrão convidou para comprar uma caixinha de cervejas. O funcionário concordou e não percebeu que a esposa tinha ligado em seu celular.

Inês foi até o local de trabalho do marido e ao chegar lá, reclamou ao encontrá-lo bebendo com o patrão. A mulher e o companheiro foram embora. Ao chegarem em casa, disse Dnilson, Inês continuou reclamando até que, aos gritos disse que estava falando com ele e o teria xingado de “corno”. O acusado disse que foi neste momento que desferiu os golpes na companheira.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSérie de Percy Jackson escala Grover e Annabeth; veja
Próximo artigoMinistério da Saúde lança campanha de vacinação na região de fronteira