Marcha engatada? Vendas de automóveis crescem 4,4% em novembro

Mato Grosso, no entanto, está na contramão do país, por isso, representantes do setor dizem que ainda é cedo para falar em recuperação

Foto: Marcelo Camargo / Arquivo Agência Brasil

Mesmo com a produção prejudicada por causa do pico da pandemia – o que provocou a falta de carros nas concessionárias – a venda de automóveis cresceu 4,4% em novembro, quando na comparada com outubro. Os dados são da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

No ranking histórico (entre todos os meses de novembro, desde 1957), o mês de 2020 está na 9ª posição e o acumulado de janeiro a novembro está na 15ª.

A alta, mesmo que modesta, é comemorada.

“Mesmo com novembro tendo um dia útil a menos (20 dias), em relação a outubro (21 dias), a trajetória de alta do mercado se manteve. Além disso, este crescimento fez com que o penúltimo mês do ano registrasse o melhor resultado de 2020, em volume de vendas, até o momento”, afirma o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior.

A pandemia é a grande vilã do setor. Até o fim do ano, as fábricas esperam produzir 1,9 milhão de carros comerciais leves, caminhões e ônibus. Uma queda de 35% no Brasil.

Mato Grosso na contramão

Mato Grosso sofre com os reflexos desse cenário. A queda nas vendas em outubro é um exemplo. Segundo a Fenabrave-MT, as vendas no mês caíram 1,46% em todos os segmentos (automóvel e comercial leve, caminhão e ônibus, moto, implemento rodoviário e outros), em relação a setembro.

No décimo mês do ano, foram vendidas 8.816 unidades. No mês anterior foram 8.947.

Na comparação com outubro do ano passado, a queda é de 3,87%. No acumulado do ano, a baixa é ainda mais acentuada – 21,11%.

Para o diretor-geral da entidade no Estado, ainda é cedo para falar em recuperação.

“Economia, política, e retomada da produção precisam de equilíbrio para, de fato, haver superação desse momento. Enquanto isso, as concessionárias buscam se aprimorar para sofrer o menor impacto possível”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorApesar da pandemia: PIB do Brasil cresce 7,7% no terceiro trimestre de 2020
Próximo artigoOperação do Ministério da Justiça com a Polícia Civil combate a violência contra os idosos