Máquina de solda ultrassônica otimiza produção de máscaras protetoras em Sinop

O equipamento doado pela Usina Hidrelétrica Sinop ao Rotary Club será utilizado na produção de máscaras protetoras como medida mitigatória da Codiv-19

Na manhã de ontem (07), a Usina Hidrelétrica (UHE) Sinop entregou para o Rotary Club Teles Pires, em Sinop, uma máquina de solda ultrassônica, equipamento que pretende otimizar, ampliar e padronizar a produção de máscaras protetoras nesse período de pandemia. Trata-se do projeto Máscara Solidária, iniciado em maio deste ano, resultado da parceria formada entre o Rotary Club Sinop Teles Pires e Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT campus Sinop), através do Laboratório de Agricultura de Precisão e Mecanização Agrícola (LAPMec), que agora conta também com o apoio da Usina.

O investimento da doação é proveniente do Subcrédito Social do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), inserido no financiamento da Usina. A iniciativa integra um conjunto de ações que vem sendo desenvolvidas com o objetivo de ajudar famílias e segmentos que precisam de auxílio, no que diz respeito as consequências da Covid-19.

A entrega da máquina e a assinatura do termo de doação foram realizadas no escritório da Companhia Energética Sinop, concessionária da Usina, em Sinop, pelo Diretor-Presidente, Ricardo Padilha e representantes do Rotary Club Teles Pires e UFMT, campus Sinop.

“A doação desta máquina  é uma forma de prestar assistência aos segmentos que estão caminhando na mesma direção do Empreendimento. Queremos que esses investimentos cheguem aonde é necessário de forma a minimizar os efeitos da pandemia”, ressaltou Ricardo Padilha.

O coordenador do projeto de extensão da UFMT e integrante do Rotary, professor Rodrigo Zandonadi, explica que a máquina doada pela Usina tem o potencial de melhorar bastante a produção, tanto em produtividade quanto em qualidade.

“No início todo o processo era manual. Com a reabertura dos comércios a procura pelas máscaras aumentou. A ideia é que o novo equipamento entre o quanto antes na linha de produção do projeto e substitua algumas máquinas de costura convencionais. Com isso vamos aumentar a produção, e o mais importante, melhorar a qualidade do produto, conseguindo seguir todas os requisitos da norma de segurança brasileira.

O acadêmico do 11º período do curso de Engenharia Agrícola e Ambiental da UFMT, Wesley Oliveira, reforçou que participar do projeto proporcionou além da oportunidade de ajudar o próximo muitas experiências diretamente relacionadas a engenharia, como por exemplo experiencias de desenvolvimento, construção e automação de mecanismos diversos. “Esse projeto tem como principal premissa sempre evoluir, seja em termos quantitativos ou qualitativos. Desde a primeira linha de produção diversos avanços foram conquistados. Acreditamos que com a máquina doada pela Usina conseguiremos dar um grande salto em produtividade, principalmente na qualidade do produto final, garantindo assim mais segurança aos usuários das.”

Mais máquinas para o município de Sinop

No último mês, a UHE Sinop doou para Secretaria de Assistência Social, duas máquinas de costura, modelo overloque. Nesta semana entregou mais duas, totalizando a doação de 04 máquinas. Os equipamentos serão utilizados pela secretaria na realização de cursos com o apoio dos Cras. Durante a pandemia, enquanto os cursos não estão sendo realizados, seguindo os protocolos dos órgãos de saúde para evitar a propagação do Coronavírus, as máquinas estão sendo utilizadas na confecção de máscaras e capotes, para a proteção de profissionais da saúde, servidores públicos e população em geral.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anterior‘Compre 3 Pague 2’ estimula hospedagem em Cuiabá no feriado prolongado
Próximo artigoPesquisa coreana coloca em xeque as políticas de lockdown