Manutenção da cassação

Procuradoria Regional Eleitoral rejeitou recurso do deputado estadual Carlos Avalone (PSDB) sobre condenação por caixa 2

O deputado estadual Carlos Avalone já antevê que eleições serão adiadas (Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

A Procuradoria Regional Eleitoral de Mato Grosso (PRE-MT) deu parecer pela manutenção da cassação do mandato do deputado estadual Carlos Avalone (PSDB). 

O parlamentar questionava a decisão do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) por suposta parcialidade na investigação que serviu de base ao julgamento.  

O procurador regional eleitoral Erich Raphael Masson rejeitou a argumentação ao analisar o recurso. O parecer data desta segunda-feira (22). 

Carlos Avalone foi condenado em dezembro em 2020 por caixa 2 na campanha eleitoral de 2018 e abuso de poder econômico. A condenação ocorreu com base na apreensão de R$ 89 mil com um membro do comitê do deputado estadual. 

Avalone continua no cargo até que o processo seja avaliado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorLadra esfaqueia comerciante durante tentativa de roubo no Centro de Cuiabá
Próximo artigoPandemia: Brasil completa um ano do primeiro caso com novo recorde de mortes