Mandetta pede desculpas à imprensa

Três dias depois de declaração polêmica, ministro da Saúde disse que errou

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, pediu desculpas para a imprensa durante a coletiva realizada nesta segunda-feira (30), em Brasília (DF).

Na coletiva realizada na última sexta-feira (27), ele chamou a imprensa de “sórdida” e disse que “só vendia se a notícia for ruim”.

A fala repercutiu em diversos meios de comunicação. “Ficaram bravo comigo, puxaram minha orelha na Globo, porque eu fiz um comentário sobre a cobertura. Eu peço desculpas, a gente quando erra, a gente erra”, afirmou.

“Naquele momento eu quis dizer o seguinte: leia um livro, discuta, escuta uma música, procura conversar, estamos na quaresma, lê um pouco a Bíblia. Procure outras possibilidades”, completou.

O pedido de desculpas foi feito ao lado de outros ministros, entre eles, Walter Souza Braga Netto (Casa Civil), Onyx Lorenzoni (Cidadania), Tarcísio Gomes de Freitas (Infraestrutura) e André Luiz de Almeida Mendonça (Advocacia-Geral da União).

Todos os ministros presentes falaram antes do Mandetta. Essa também foi a primeira vez que o atendimento à imprensa sobre a pandemia foi feito no Palácio do Planalto, e não mais no Ministério da Saúde.

Quando questionado se existe algum atrito entre ele e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Braga Netto se antecipou e respondeu: “não existe essa ideia de demissão do Mandetta”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGoverno abre inscrições para contratação de 751 profissionais de saúde
Próximo artigoPlantio tardio: Justiça determina destruição imediata de lavoura do presidente da Aprosoja-MT