Malha Paulista: renovação da concessão por mais 30 anos vai beneficiar MT

Concessionária Rumo pretende expandir a via até Lucas do Rio Verde. Os trilhos também podem chegar em Nova Mutum e Cuiabá

(Foto: Divulgação)

O governo federal antecipou a renovação da concessão ferroviária da Malha Paulista por mais 30 anos. Com a antecipação, o contrato que venceria em 2028 valerá até 2058. O processo foi autorizado pelo Tribunal de Contas da União (TCU).

A renovação vai gerar um aporte de cerca de R$ 9 bilhões entre investimentos na ferrovia nos próximos cinco anos e na outorga paga.

A linha ferroviária que vai de Santa Fé do Sul ( SP) e vai até o Porto de Santos, também em São Paulo, vai beneficiar diretamente o escoamento da produção de grãos e outros produtos mato-grossenses e do Centro-Oeste.

“O investimento em logística leva o produtor a ter mais confiança para produzir. A malha vai receber o escoamento da produção de Mato Grosso, que é responsável por quase 40% da safra do Brasil’, afirmou o diretor-presidente da Rumo, concessionária da malha, Beto Abreu.

A ideia da empresa é construir uma extensão da via, que hoje acaba em Rondonópolis, até Lucas do Rio Verde. Os trilhos também podem chegar até Nova Mutum e Cuiabá.

(Foto: Divulgação)

A proposta estratégica seria criar um grande corredor ferroviário, formado pela Malha Norte e pela Malha Paulista, para escoar a produção do Mato Grosso até o Porto de Santos.

“Mato Grosso é uma grande potência agrícola. A longo prazo vamos fazer o Estado ficar mais perto do Brasil. Até porque, a distância não é medida em quilômetros, mas em reais. Por isso, as obras na malha paulista vão viabilizar a expansão da industrialização de Mato Grosso”, ponderou Marcos Lutz, que também integra a Rumo.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAcademias e feiras livres continuarão sem funcionar em Cuiabá
Próximo artigoShopping investe em biossegurança e tecnologia com câmara de descontaminação de ambiente

O LIVRE ADS