Mais um mês sem aulas

Governador prolongou a suspensão de aulas presenciais até o dia 30 abril

(Foto: Sistema Penitenciário/Divulgação)

O governador de Mato Grosso Mauro Mendes prolongou o período de suspensão de aulas, em instituições de ensino públicas e privadas, até o fim de abril.

A extensão do prazo foi anunciada nessa terça-feira (31) e foi justificada como medida para continuar a evitar o contágio comunitário. 

O prazo do decreto que começou a valer no dia 23 de março encerraria no dia 5, próximo domingo. Agora, ao menos para escolas e universidades, vai até o dia 30 de abril. 

A dilatação foi orientada pelo Ministério da Saúde. 

“Manter as aulas, neste momento, aumentaria a possibilidade de transmissão entre as crianças, que poderiam levar o vírus para dentro de casa e causar complicações para as pessoas que estão nos grupos de risco”, disse o governador. 

O governo determinou ainda que a Secretaria de Educação (Seduc) e a Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) estude alternativa para que parte do conteúdo das aulas seja aplicada remotamente aos estudantes ao longo do mês de abril. 

Todos os eventos, cursos e formações que acarretariam aglomeração de pessoas na rede estadual, também continuam cancelados. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorNo SUS ou em hospital particular: quanto custa um dia de internação em uma UTI?
Próximo artigoPoliciais ajudam a salvar menina de cinco anos picada por escorpião