Mais um dia

Pedido de vista adia votação da reforma da Previdência de MT

(Foto: JL Siqueira / ALMT)

Um pedido de vista de três deputados adiou a votação do projeto de lei complementar que prevê o aumento da alíquota previdenciária dos servidores públicos de Mato Grosso.

A matéria entrou em discussão na noite desta terça-feira (7), em uma sessão no meio do recesso parlamentar da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT).

A vista compartilhada foi pedida pelos deputados Carlos Avalone (PSDB), Lúdio Cabral (PT) e Xuxu Dal Molin (PSC).

Segundo Avalone, o objetivo é dar mais tempo para os parlamentares analisarem a proposta e apresentarem emendas, se assim entenderem.

Durante a sessão, duas emendas já foram apresentadas pelos deputados Max Russi e Elizeu Nascimento. Nos textos, eles tratam das mudanças em relação aos servidores militares.

Lúdio Cabral usou a tribuna para criticar a proposta do governo. Segundo ele, o projeto enviado pelo governo Mauro Mendes (DEM) é o mais prejudicial aos servidores de todo o país.

Com o pedido de vista, os deputados terão 24 horas para analisar o projeto, que volta para pauta na noite de quarta-feira (8).

Apesar disso, Avalone prevê como provável que a discussão se prolongue em sessões extraordinárias até sábado.

  1. O texto precisa ser aprovado na Comissão de Constituição e Justiça e retornar para duas votações em plenário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorFerrugem asiática: Sorriso e Tangará registram focos da doença
Próximo artigoAvião ucraniano cai na capital do Irã logo após a decolagem

O LIVRE ADS