Mais um ano perdido na Educação Pública

Qualidade do ensino em Mato Grosso tende a piorar ainda mais

(Foto: Tchélo Figueiredo - Secom/MT)

O ano letivo 2021 já é admitido como um ano quase perdido pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc). O secretário Alan Porto admitiu ontem (22) que o sistema de ensino remoto não tem o efeito esperado para a aprendizagem. 

E pelo momento da pandemia em Mato Grosso, não haveria condições para o retorno das aulas presenciais, nem mesmo no modelo híbrido.  

“Aulas remotas não têm sido eficazes, eficientes como esperávamos. [Mas] não podemos submeter ninguém à aula presencial, semipresencial ou híbrida neste momento da pandemia que estamos passando”. 

Segundo ele, se não houver adaptação para aumentar o rendimento dos alunos, o ensino em Mato Grosso tende a piorar ainda mais na qualidade. Hoje, em ranking nacional, o ensino médio ocupa 22ª posição entre os estados e, o ensino fundamental, a 16ª. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTerceirizado da Sinfra é preso por cobrar R$ 1,5 mil para tirar autuação de alcoolemia de cidadão
Próximo artigoOperação Chave de Ouro: Denúncia partiu da própria prefeitura