Mais duas semanas

Deputados pediram vista à PEC e ao projeto que tratam da reforma da Previdência e servidores ganham mais tempo

(Foto: JL Siqueira / ALMT)

Por enquanto, os deputados da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) estão atendendo às sugestões do Fórum Sindical, quando o assunto é a reforma da Previdência.

Na sessão desta quarta-feira (3), entraram na pauta a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) nº 6/2020 e o projeto de lei complementar nº 6/2020. Eles tratam, respectivamente, sobre a reforma da Previdência estadual e a criação da Previdência complementar em Mato Grosso.

Mas houve um pedido de vista coletivo por diversos deputados, para garantir mais tempo de análise e apresentação de emendas nas proposições.

Com a medida, os projetos devem tramitar por mais duas semanas, antes que voltem à votação.

É que a próxima quarta-feira (10) haverá eleição para a Mesa Diretora da ALMT e o atual presidente, deputado Eduardo Botelho (DEM), já avisou que só deverá pautar novamente a PEC e o projeto na sessão do dia 17 deste mês.

Na semana passada, o Fórum Sindical – que representa mais de 30 categorias de servidores públicos do Estado – apresentou cinco sugestões de emendas à PEC. Essas sugestões devem ser apresentadas pelos deputados que pediram a vista coletiva.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDuas empresas, dados iguais: MP instaura inquérito sobre drones de combate à covid
Próximo artigoRestaurante de luxo de Cuiabá tem nome usado em golpe via rede social