Mais do que banana: agricultores de Nossa Senhora do Livramento fazem delivery de orgânicos

Que tal ter na porta de casa uma cesta com até 20 itens, entre verduras, frutas e guloseimas que dão água na boca?

Os produtores familiares de Nossa Senhora do Livramento (40 km de Cuiabá) estão oferecendo um “kit de sobrevivência” para os cuiabanos de “Chapa e de Cruz”. No combo, vem de paçoca de pilão a licor de caju. Tudo produzido na roça, sem agrotóxico e entregue em casa.

Por R$ 150, o cliente terá acesso a 20 diferentes itens. No valor, já está inclusa a entrega, que funciona graças a uma parceria com a Prefeitura da cidade.

Segundo Renata Morais, que é servidora municipal e atua no projeto, os agricultores viram todo o lucro escorrer pelo ralo com a pandemia de covid-19, no começo de março, e perceberam que a saída era inovar.

Ela conta que eles buscaram a Prefeitura e, depois de várias reuniões, o sistema “delivery” foi lançado como uma experiência, ou seja, no estilo “vamos ver no que dá”.

No rol de produtos mais cobiçados pelos consumidores está o queijo frescal. Foto: (divulgação/prefeitura)

E, não é que deu mais certo que o previsto?! Na primeira empreitada, foram vendidas 100 cestas. Os técnicos da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural precisaram fazer três viagens para Cuiabá e Várzea Grande para atender todos os pedidos.

Desde então, com a viabilidade confirmada, o trabalho só expandiu. Esta semana, por exemplo, na quinta (28) e sexta-feira (29), sairá uma nova remessa, a quinta do projeto.

“Antes da pandemia, tínhamos uma feira mensal e tradicional que atendia a todos. Agora, que criamos a nova estratégia, queremos usá-la, não só para vender os produtos, como para divulgar o que produzimos aqui e ainda atrair futuros visitantes para a cidade”, explica Morais.

Bananinha madura com paçoca de pilão é a guloseima mais apreciada pelos nascidos na Baixada Cuiabana (Foto: divulgação/prefeitura)

Como funciona

Os interessados devem fazer a encomenda pelo WhatsApp e, pelo mesmo canal, recebem informações de quais produtos estarão disponíveis e quando há entrega prevista.

Conforme Renata, os itens variam de acordo com a disponibilidade e também rotatividade entre os cerca de 20 produtores, porque, afinal de contas, todos precisam vender e o “delivery” é uma ferramenta para mostrar o potencial e variedade de produtos da região.

Para facilitar a logística, não há cestas personalizadas. Então, muitas vezes, os clientes se reúnem em grupo, compram uma cesta fechada e fazem a divisão entre si.

Desde que o serviço teve início, essa estratégia passou a ser usada por muita gente que trabalha num mesmo escritório ou que mora em um mesmo condomínio.

Rapadura de leita, de cera e o famoso melado chamam atenção dos turistas que vão à cidade (Foto: divulgação/prefeitura)

“Sempre que possível, levamos alguns queijos e paçocas avulsas porque são os itens mais requisitados. Mas não dá para ser uma regra, porque o nosso foco é vender a cesta fechada”, afirma a servidora.

E para quem quiser comprar um único item, o contato do produtor vai no rótulo. A pessoa pode ainda pedir informações no mesmo telefone que faz a encomenda.

Itens da semana

A cesta desta semana terá os seguintes itens:

  1. Queijo Cabacinha
  2. Queijo Trancinha
  3. Requeijão
  4. Coalhada
  5. Queijo Frescal
  6. Licor de Caju
  7. Doce de Leite
  8. Rapadura de Leite
  9. Rapadura de Cera
  10. Melado de Cana
  11. Doce de Banana
  12. Farinha de Banana
  13. Mel
  14. Limão Rosa
  15. Banana Chips
  16. Mandioca
  17. Banana da Terra
  18. Banana Maça
  19. Paçoca de Pilão
  20. Aboborá Cabotiã

Contatos

  • (65) 99951-4930 – Renata Moraes
  • (65) 99930-4216 – José Eugênio
  • (65) 98409-8227 – Valéria

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEm média, uma pessoa morre por dia em MT com covid-19
Próximo artigoApae se adapta às atividades em casa e famílias descobrem novos vínculos em MT