Mais de 500 profissionais vão reforçar segurança no segundo turno em Cuiabá

Também serão disponibilizadas 143 viaturas e um helicóptero de sobreaviso

Imagem Ilustrativa (Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

O segundo turno, que vai definir o próximo prefeito de Cuiabá, vai ter segurança reforça. A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) vai colocar 527 profissionais nas ruas neste domingo (29). As equipes vão contar com 143 viaturas e até um helicóptero.

Na Capital, 378.097 eleitores estão aptos a votar. Eles estão distribuídos por 158 locais de votação.

Como só Cuiabá tem eleitorado suficiente para um segundo turno em Mato Grosso, a expectativa é que a votação seja ainda mais tranquila que no primeiro turno

“Terá policiamento das forças estaduais nos locais de votação e também serão feitas rondas ostensivas, tudo isso sem prejudicar o policiamento rotineiro. A Polícia Federal ficará responsável pela apuração dos crimes eleitorais”, explica o secretário adjunto de Integração Operacional da Sesp-MT, coronel PM Victor Fortes.

Do efetivo estadual empregado, 383 policiais e 115 viaturas são da Polícia Militar (PM-MT), 14 policiais e três viaturas são da Polícia Judiciária Civil (PJC-MT), 92 integrantes e 17 viaturas do Corpo de Bombeiros Militar (CBM-MT), 31 profissionais e 8 viaturas são da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), 07 integrantes e um helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

O Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), localizado na Sesp-MT abrigará novamente o Grupo de Gestão Integrada (GGI), composto por membros da Secretaria, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) e da Polícia Federal (PF).

O horário de votação será das 7h às 17h, sendo que entre 7h e 10h é preferencial para pessoas acima de 60 anos, grupo de risco da covid-19.

Neste ano, devido às precauções do enfrentamento à pandemia, o TRE definiu que a apuração dos votos será realizada na Casa da Democracia, com número reduzido de pessoas visando a não aglomeração de eleitores e candidatos.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anterior66% do salário
Próximo artigoAbílio denuncia falso vídeo de agressão a padrasto; Emanuel nega autoria