Mais de 2 milhões já assinaram pedido de impeachment de Gilmar Mendes

Pedido corre em paralelo com o de Alexandre Moraes, que recolheu quase três milhões de assinaturas

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre

Um abaixo-assinado contra o mais polêmico dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) vem ganhando adesão de uma parcela expressiva da população brasileira. O documento pede o impeachment do mato-grossense Gilmar Mendes.

Em pouco tempo, o abaixo-assinado online já colheu mais de 2,3 milhões de assinaturas. Os organizadores do manifesto pretendem reunir pelo o menos 3 milhões.

Segundo eles, Gilmar Mendes proferiu diversas decisões que contrariam a Constituição brasileira e, por isso, deve ser investigado e até deposto de suas funções no Supremo.

Os organizadores citaram ainda a soltura de réus como José Dirceu e Eike Batista, o que demonstraria descaso com os crimes de corrupção.

“O Brasil não pode mais conviver com uma situação dessas, em que um ministro da Suprema Corte age não como operador da Justiça, mas como distribuidor de privilégios”, diz um trecho do pedido.

Depois de recolher as assinaturas, o documento será enviado ao presidente do Senado para, quem sabe, um pedido de investigação seja aprovado e culmine no impeachment.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCaso Isabele: Desembargador pede vistas e adia julgamento de infratora
Próximo artigoLockdown em Cuiabá: juiz dá 72 horas para Estado e Prefeitura se manifestarem