Mais de 10 milhões de empresários perderam seus negócios em 2020

Pesquisa revela que enquanto muitos iniciaram um negócio por conta do desemprego, outros fecharam as portas por causa da crise

(Foto: Freepik)

O boom de abertura de empresas no final do ano passado parecia um efeito desconectado da crise econômica que se alastrava no rastro da pandemia. Agora, uma pesquisa do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) revela o que se escondia atrás daqueles números.

Em 2020, mais de 10 milhões de empreendedores fecharam seus negócios. Empreendedores estes que estavam estabelecidos no mercado há mais de três anos e meio.

E segundo a pesquisa do Sebrae, 7 em cada 10 desses empreendedores eram mulheres.

Número de empresas com mais de três anos de existência caiu de 22,3 milhões em 2019 para 12 milhões em 2020 (Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Empreender por necessidade

Segundo reportagem publicada no portal G1, o número de novos negócios só não caiu mais porque o desemprego forçou muita gente a empreender por necessidade. Uma realidade que o LIVRE já havia destacado no final do ano passado.

Enquanto a quantidade de empresas consolidadas no mercado reduziu, cresceu o número de novatos no empreendedorismo. A pesquisa apontou que 82% dos entrevistados disseram ter iniciado um negócio porque não conseguiram encontrar emprego.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorÁguas Cuiabá realiza varredura em redes da área central da Capital nesta quinta
Próximo artigoCopa América: ministro diz que Cuiabá receberá doses extras de vacina