Maioria dos hospitais da covid-19 está em alerta com alta de ocupação de UTIs

Cinco municípios estão com mais de 75% dos leitos exclusivos ocupados, e no Estado o nível chegou a 51%

(Foto: Reprodução/Uol)

A maioria dos hospitais de atendimento a pacientes da covid-19 em Mato Grosso está em alerta pelo aumento da ocupação das Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs). Boletim epidemiológico divulgado nessa terça-feira (5) mostra que apenas cinco das 21 unidades estão com taxa de ocupação abaixo de 30%, considerado risco baixo para colapso. 

Nove estão com mais de 60% dos leitos exclusivos para esses pacientes já ocupados (risco alto) e outros sete estão com ocupação entre 30% e 60% (risco médio). Esses hospitais estão inclusos na rede de pactuados pelo Sistema Único de Saúde (SUS), tanto na rede privada quanto da rede pública. 

Conforme a Secretaria de Estado de Saúde (SES), os 21 hospitais somam hoje 418 eleitos em UTI pediátrica e adulta. Cinco estão em situação mais críticas com taxa de ocupação acima de 75% (Sorriso, Cuiabá, Nova Mutum, Rondonópolis e Juína). 

No quadro geral, Mato Grosso tinha até o fim da tarde de ontem 51,12% dos leitos adultos ocupados e 47% dos leitos pediátricos. A situação dos pacientes é de 187 casos confirmados para a covid-19, 12 suspeitos e sete descartados. 

Na enfermaria, a taxa de ocupação está em 25% dos 876 leitos compactuados. Mato Grosso chegou a 183.673 casos confirmados para a covid-19, uma proporção de 5,2 casos para cada 100 mil habitantes. Pouco mais de 173 mil são considerados curados. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.