Maior finalizador da história do UFC, Charles do Bronx quer trazer cinturão para o Brasil

Em entrevista exclusiva ao LIVRE, Bronx deixou aviso: "Com certeza em 2021 eu vou ser campeão do UFC"

O brasileiro Charles do “Bronx” Oliveira, 31 anos, já carimbou seu nome nas artes marciais mistas (MMA) como o maior finalizador da história do UFC, mas ele quer mais. Em entrevista ao LIVRE, o lutador disse estar sonhando em trazer o cinturão para o Brasil.

“Comentei até com meu pai, que um dia iria entrar na UFC e que um dia a gente iria estar com o cinturão em casa. Hoje entrei no UFC, sou o maior finalizador da história, estou há 10 anos lá dentro, vou fazer 11 anos. Então tenho um sonho, antes de qualquer coisa, trazer o cinturão para o Brasil”, disse Bronx.

O brasileiro tem 30 vitórias em toda sua carreira, sendo que 14 foram como finalização, um recorde da organização. Atualmente Bronx é considerado o 3º melhor peso leve do mundo pelo ranking do UFC.

Sua última luta foi no dia 12 de dezembro de 2020, contra Tony Ferguson, dia em que chegou à marca de 14 finalizações no UFC.

Bronx e Ferguson

Agora, ele aguarda o confronto que acontecerá dia 23 de janeiro entre Dustin Poirier e Conor McGregor para saber quem será seu próximo oponente. Mas já disse que, entre os dois, não tem um oponente favorito, somente tem o objetivo de ser campeão.

“São dois grandes nomes, Dustin Poirier falou muito bem de mim, sou muito grato por tudo que ele vem falando de mim. O Conor vem de uma forma tremenda. Todo mundo fala: ‘se você lutar com o Conor é muito dinheiro que entra’. Só que eu tenho um sonho antes do dinheiro, que é de ser campeão, trazer o cinturão pro Brasil, pra dentro da comunidade. “, disse Charles.

“Pra mim tanto faz, Dustin Poirier ou Conor McGregor. Lógico, com certeza, eu quero estar pronto, quero lutar, então que vença o melhor e venha lutar comigo. Igual eu falei: ‘eu to chegando’ e ninguém esperava nada e ganhei. Agora eu falo: ‘com certeza em 2021 eu vou ser campeão do UFC'”, afirmou Bronx.

O lutador espera que, após a luta de Dustin e Conor, a sua com um deles seja marcada para entre maio e junho de 2021.

Bronx recebeu Gustavo Suzuki em sua casa, no Guarujá (SP)

(Colaboração de Gustavo Suzuki)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorFamília pede ajuda para realizar cirurgia de R$ 200 mil no coração de recém-nascido
Próximo artigoBanidos pela insegurança: moradores e empresários têm deixado o Centro Histórico