Mães que recebem alta no Santa Helena ganham berço sustentável

Projeto já entregou mais de 8,5 mil berços a famílias carentes

Com o objetivo de diminuir a Síndrome da Morte Súbita Infantil (SMSI), há um ano, surgiu o primeiro “berço sustentável – caixa do tesouro”, idealizado pelo Hospital Santa Helena, em parceria com o PróUnim (programa social da Unimed Cuiabá).

Inspirado no modelo de berço usado em 1930 entre as famílias pobres da Finlândia, ele não permite que a criança se mova enquanto dorme. Quando o bebê deita de bruços, a chance de ser acometido pela Síndrome mais do que triplica.

Através do projeto, esses berços, feitos de caixa de papelão e forrados com um colchão próprio, são entregues às mães que recebem alta.

Junto com eles, elas recebem um kit com itens de primeira necessidade como lençol, toalha, sabonete, cueiro, fralda de pano, brinquedos e uma caixa de lenço umedecido.

O projeto já distribuiu mais de 8,5 mil berços e a expectativa é que este número dobre.

(Com assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS