Mãe vê mensagens sobre drogas e falsificação de RG no celular do filho e chama a polícia

Segundo a mulher, o filho dela estaria recebendo drogas em troca de entrada para festas, sexo e lanches

(Foto: Divulgação/Pixabay)

A mãe de um adolescente de 16 anos, morador do município de Jaciara (140 km de Cuiabá), procurou a polícia para denunciar três amigos do filho, que estariam envolvidos com drogas. Segundo ela, um lhe vendia drogas, o outro as trocava por favores – inclusive sexuais – e um terceiro, que é maior de idade, encontrava-se com ele para usá-las.

Segundo a mulher, ela descobriu o envolvimento do filho com entorpecentes depois que teve acesso a mensagens no celular do rapaz.

No aplicativo WhatsApp, ela descobriu que o menino conversava com um rapaz chamado Bruno, que teria falsificado um documento de identidade para alterar a idade do filho, para que ele se passasse como maior.

Esse mesmo amigo, segundo a mulher, entregava drogas para o jovem em troca de sexo, roupas, lanches e entradas em festas.

Ainda segundo a mãe, um segundo suspeito chamado Filipe seria o responsável por vender entorpecentes como lança-perfume e ecstasy.

Já o terceiro envolvido, chamado Gabriel, se encontrava com o filho dela para fazer o uso das drogas. Gabriel seria o único maior de idade na história.

A mulher tirou foto das conversas, imprimiu e anexou a um boletim de ocorrência, que foi registrado como contendo denúncia dos crimes de corrupção de menores, falsidade ideológica e tráfico de drogas.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.