Mãe entra no email do namorado e encontra fotos dele estuprando a filha dela

Assim que encontrou as imagens, ela foi até a delegacia, denunciou o namorado e entregou as imagens como prova

Imagem ilustrativa

A mãe de uma criança de quatro anos procurou a 1ª Delegacia de Cuiabá nessa sexta-feira (17) depois de descobrir que o namorado, de 32 anos, havia estuprado a filha dela.

A mulher havia morado com o suspeito por um período, mas, por fim, decidiu seguir apenas namorando com ele, mas morando em casas separadas.

Nessa sexta-feira, ela entrou no email no namorado, com o login e senha dele, e encontrou fotos que ele mesmo havia tirado abusando sexualmente da filha dela, de apenas quatro anos.

A mãe salvou as imagens e, imediatamente, foi para a delegacia denunciar o namorado.

O caso foi registrado como estupro de vulnerável e será investigado pela Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica).

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

6 COMENTÁRIOS

  1. Esse camarada é um mostro,doe te,psicopata.
    À é uma descuidada,que sirva de lição para ela.
    Às autoridades maiores tem que apurar o caso e penalizar os culpados,.
    À criança é um anjo e merece isso.

  2. Se as x em uma mulher faz um estrago imagina em uma criança,sera q deixava a criança tomar banho sozinha,como não ficar atenta morando com um estranho???Meu Deus q sem noção!

  3. Muitas vezes a mulher leva uma rolada do cara e não consegue ver mais nada. Tomara que essa mãe saiba à partir de agora, a não perder tanto assim a noção por conta de um pinto.

  4. A mãe da criança, tem culpa SIM! Se ela tivesse mais cuidado, nunca teria acontecido, infelizmente as mulheres, não se dão valor, e devido as emoções e sentimentos se deixam levar, pela carência e cedem a qualquer pessoa! Infelizmente está criança será marcada pelo resto da vida, somente ela poderá dar um fim a esse trauma. As mulheres tem q se dar valor, parar de aumentar problema e cuidar mais dela. Parte da culpa eu atribuo sim a mulher, q colocou um homem dentro de sua casa.

  5. Os homens que botam a culpa na mãe e não no estuprador, estão passando um pano para o estuprador. Talvez porque eles mesmos seriam capazes desse tipo de violência, eles preferem culpar a mãe do que o estuprador. Percebe-se que são capazes de violência sexista pela própria linguagem violenta que usam contra a mãe.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorRetrospectiva 2019 – Relembre as principais notícias de setembro
Próximo artigoEducação financeira chega ao ensino infantil e fundamental em 2020