Mãe é presa por dar surras no filho e abandoná-lo na rua sem se alimentar

Menino foi encontrado com vários hematomas e já estava há três dias sem se alimentar

Imagem ilustrativa/Pixabay

A mãe de um adolescente de 13 anos foi presa nessa terça-feira (30) após o menino ser encontrado abandonado, com marcas de agressão e sem se alimentar por três dias.

A Polícia Militar foi acionada por volta das 20h30 no Bairro Jardim Aurora, em Jaciara (150 km de Cuiabá), com a informação de havia um menino abandonado no local, que havia dito à solicitante que havia sofrido agressões físicas e verbais da mãe.

Uma equipe da PM foi até o local e encontrou o adolescente e a denunciante. A mulher estava alimentando o menino, pois ele já estava há três dias sem comer.

Questionado sobre o motivo de estar fora de casa, o menino respondeu chorando que não voltaria para a casa da mãe, pois não aguentava mais apanhar e ela batia nele com todos os tipos de coisas possíveis.

Ele disse, ainda, que em uma das vezes ela fez o uso de uma mangueira para agredi-lo, deixando vários hematomas.

O Conselho Tutelar foi acionado e os policiais foram até a casa da mãe no menino. Questionada, ela disse que o filho estava morando com ela há pouco tempo, cerca de quatro meses, pois antes morava no Maranhão com a mãe dela.

Nesses meses, ela disse que ele teria sido indisciplinado e, por esse motivo, ela teria aplicado corretivo nele, nas palavras dela “dava taca” nele, pois em sua casa “não se criava moleque vagabundo”, que “entraria na peia mesmo”.

Questionada se sabia que o filho estava abandonado na rua, ela disse que sim e que se ele quisesse que fosse embora, pois não se importava com ele.

Ela foi informada que seria levada para a delegacia. A partir desse momento, ela passou a ameaçar o filho dizendo que “ele ainda nunca tinha apanhado, que ao chegar em casa ia saber o que era apanhar”.

O menino foi entregue aos cuidados do Conselho Tutelar e a mulher foi levada para a delegacia.

O caso foi registrado como maus-tratos, ameaça e abandono de incapaz.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDefasagem na vacinação
Próximo artigoTrês homens são presos por furtar fios de cobre da estrutura do VLT