Mãe denuncia madrasta que encaminhou vídeo pornográfico à filha

A mãe foi cobrar o pai que a recebeu com "palavras de baixo calão", segundo registro da ocorrência

Imagem ilustrativa/Pixabay

Uma mãe indignada foi até a delegacia de Novo Mundo (790 km de Cuiabá) na quinta-feira (03), para registrar um boletim de ocorrência contra a madrasta de sua filha. Segundo ela, R. L. O. teria enviado um vídeo contendo pornografia ao celular da adolescente de 14 anos.

A mensagem à enteada teria sido enviada no dia do Natal. Ao narrar o fato, a mãe disse à polícia que, ao cobrar esclarecimentos do pai da menina, ele a recebeu com “palavras de baixo calão”, narra o registro de ocorrência.

Sendo assim, M. F. S. compareceu à delegacia para que a madrasta da filha seja acionada. Ela pode responder por crime previsto na legislação do Estatuto da Criança e do Adolescente.

“Oferecer, trocar, transmitir, distribuir ou divulgar por qualquer meio, inclusive sistema de informática, fotografia, vídeo ou outro registro que contenha cena de sexo explícito ou pornografia envolvendo criança ou adolescente” é crime.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.