Mãe denuncia filha de 12 anos que drogou os irmãos para dar uma festa

Às crianças de apenas 5 e 2 anos de idade, um grupo de adolescentes teria oferecido uma droga conhecida como “lolo”

Imagem ilustrativa

A mãe de uma adolescente de 12 anos denunciou a própria filha para a Polícia Militar de Mato Grosso. De acordo com o relato da mulher, a garota promoveu uma festa em casa e drogou os dois irmãos menores, um menino de 5 anos e uma menina de 2.

O caso ocorreu no bairro CPA 3, em Cuiabá. A suposta festa teria ocorrido na quarta-feira (6), mas a denúncia foi feita na madrugada de sexta-feira (8).

Quando acionou a polícia, a mãe justificou que a demora se deu porque não conseguiu encontrar os outros adolescentes que estavam na festa, desde o ocorrido.

Eles foram localizados por ela na sexta-feira, em uma tabacaria, por volta das 3h da madrugada.

Aos policiais, a mulher contou que na quarta precisou sair e deixou as crianças sob os cuidados da filha mais velha. A garota, então, aproveitou a oportunidade para dar uma festa.

Participaram do evento, pelo menos, mais três adolescentes, duas garotas de 14 e 15 anos e um rapaz de 17.

Ainda de acordo com o relato da mãe, quando ela chegou em casa, percebeu que as crianças estavam sob efeito de alguma substância entorpecente. O menino de 5 anos, então, contou que os adolescentes ofereceram para eles uma garrafa com um líquido branco.

A mãe do menino disse aos policiais suspeitar ser uma droga conhecida como “lolo”.

Com o fim da festa, a mulher não conseguiu mais localizar os outros jovens que participaram do ato. Os encontrou, somente na sexta-feira, acompanhados de sua filha mais velha, em uma tabacaria.

Todos estavam consumindo bebidas alcoólicas e fumando narguilé. A polícia não encontrou o dono do estabelecimento, mas apreendeu os adolescentes.

Junto com a mulher que fez a denúncia, todos foram levados para a Central de Flagrantes de Cuiabá. O caso foi registrado como maus tratos e servir bebida alcoólica a menor de 18 anos.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEstudante de MT cria equipamento que promete modernizar agricultura
Próximo artigoMãe se nega a entregar chave do carro e acaba agredida pelo filho