Mãe deixa filha ser fotografada por “agente de modelos” e depois descobre que ele é pedófilo

Ele passou cerca de uma semana fotografando a menina em poses sensuais, o que fez a mãe desconfiar e chamar a polícia

Um homem de 48 anos foi preso nessa quarta-feira (15), em Cuiabá, depois de se passar por agente de modelos, fotografar por vários dias uma adolescente de 14 anos em poses sensuais e, por fim, ser descoberto pela mãe da menina.

Conforme o boletim de ocorrência, o suspeito foi até a casa da vítima há uma semana, disse que era homossexual, que trabalhava em uma agência de modelos e tinha interesse em fotografar a adolescente.

Durante a semana, a menina saiu com o suspeito e foi fotografada por ele, que utilizava o próprio celular, em vários lugares da cidade, como shoppings e parques.

A cada dia que ele saía com a menina pagava R$ 50 pela sessão de fotos. Segundo a mãe, a adolescente estava sempre de biquíni e em posições sensuais, o que a fez desconfiar e resolver procurar a polícia para denunciá-lo por pedofilia.

A Polícia Militar foi acionada. Antes, porém, vizinhos que ficaram sabendo do ocorrido detiveram o suspeito e o espancaram, chegando a dar um golpe com algum objeto, que perfurou no braço dele.

O suspeito precisou ser encaminhado ao Pronto-Socorro de Cuiabá e, depois, foi levado para a delegacia, onde, ao pesquisar o nome dele, os militares descobriram duas outras passagens pela polícia por pedofilia.

Dessa vez, o caso foi registrado como produzir, reproduzir, dirigir, fotografar, filmar ou registrar, por qualquer meio, cena de sexo explícito ou pornográfica, envolvendo criança ou adolescente.

A Polícia Judiciária Civil investigará o caso, assim como se houve outras vítimas.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.