Luto nas artes: morre Regina Penna

Artista plástica tinha esclerose múltipla e criava com auxílio de tablets. Regina morreu aos 68 anos

A pintora e artista plástica Maria Regina Curvo Alvim Penna, conhecida como Regina Penna, morreu nesta quinta-feira (20), em Cuiabá.

Cuiabana, Regina Pena era bacharel em Psicologia e, desde 1974, fazia de sua arte uma expressão de vida. Suas obras foram expostas por todo o Brasil.

Em 2011, a artista começou a produzir gravuras digitais e poemas, transformando dessa forma suas limitações em novas possibilidades artísticas.

À época, Regina foi diagnosticada com esclerose múltipla e, ainda assim, mostrou sua versatilidade.

A doença que afeta o cérebro e a medula espinhal dificultando movimentos não foi empecilho. Mesmo acamada, ela continuou o fazer artístico e utilizava tablets para produzir as obras.

Regina vivia em uma casa de repouso em Cuiabá e morreu aos 68 anos. Uma exposição com 50 obras dela era prevista para estrear no Museu de Arte e de Cultura Popular da UFMT.

A programação faria parte da comemoração dos 50 anos da instituição teria curadoria de Amanda Gama e Willian Gama, com textos de Aline Figueiredo e Humberto Espíndola.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorApartamento pega fogo em edifício de luxo em Cuiabá e é evacuado
Próximo artigoVeja como votaram os deputados de MT na manutenção do veto a reajuste para servidores