Lula já está sob responsabilidade da Polícia Federal

    Reuters para Estadão

    Lula já está sob custódia da Polícia Federal. Por volta das 18h47 (horário de Brasília) ele entrou em um dos carros da PF, que seguiu em comboio para a Superintendência da PF em São Paulo. O diretor do IML de São Paulo, Nelson Bruni, fará o exame de corpo de delito no ex-presidente.

    O juiz Sérgio Moro decretou a prisão de Lula, determinando que ele se apresentasse à Polícia Federal em Curitiba, até às 17h da sexta-feira (6). No entanto, o petista permaneceu na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC até o sábado (7).

    Lula fez um acordo com a Polícia Federal para se apresentar depois de participar de uma missa em homenagem à ex-primeira dama Marisa Letícia. Em seu discurso – que durou 55 minutos – anunciou que se entregaria.

    “Eu vou porque não vão dizer amanhã que eu estou escondido, que eu estou foragido. Vou de cabeça erguida e vou sair de peito estufado de lá”, disse.

    Na sequência, adentrou a sede do sindicato, passando a tarde no local. Quando tentou sair do prédio para se apresentar à polícia, manifestantes quebraram o portão por onde ele passaria, se colocando à frente do carro e fecharam até mesmo, passagens internas.

    Mais tarde, a presidente do PT, Gleisi Hoffman, foi até os manifestantes tentar convencê-los a liberar as saídas para que a situação jurídica do ex-presidente não se agravasse. Ela falou sobre as responsabilidades de Lula e implicações jurídicas, caso não se entregasse à Policia Federal.

    Moro determinou a prisão de Lula para cumprir pena no caso do Triplex. O ministro Edson Fachin, do STF, negou recurso da defesa para evitar prisão.

    “Ele foi tratado com qualquer outro condenado, não havia razão para adiar o cumprimento da decisão da Justiça”, disse Moro ao explicar que estava seguindo determinação da corte de apelações, o TRF-4.

    Mais cedo, disfarçados, policiais federais já estariam dentro do sindicato. Segundo ela, a estratégia faria parte das negociações com emissários do ex-presidente Lula, estariam estudando a melhor maneira de tirá-lo de lá, com segurança. Os policiais estavam próximos ao ex-presidente e à família.

    Atualização: Por volta das 20h20, Lula chegou ao aeroporto de Congonhas, rumo a Curitiba

     

    Use este espaço apenas para a comunicação de erros





    Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

    DEIXE SEU COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Artigo anteriorPM liberta caminhoneiro e prende quatro por roubo
    Próximo artigoEstudantes promovem trote solidário com música e doações