Lula chama Lava Jato de “quadrilha” e afirma que provou sua “inocência”

O petista ainda voltou a atacar Bolsonaro e disse que Moro seria o maior mentiroso da história desse país

(Foto:Ricardo Stuckert/Twitter de Lula)

Na manhã desta quarta-feira (10), no Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo (SP), o ex-presidente Lula (PT), fez seu primeiro pronunciamento após a decisão de do ministro do STF Luiz Edson Fachin, que devolveu seus direitos políticos e anulou as sentenças do petista que envolviam a Lava Jato.

Em discurso inflamado, o petista não poupou ataques ao ex-juiz Sergio Moro e ao atual presidente da República, Jair Bolsonaro.

Segundo a versão de Lula, a operação Lava Jato e Moro teria uma espécie de obsessão por ele, que se disse perseguido. O petista ainda classificou os procuradores da Lava Jato e o Sergio Moro como quadrilheiros.

“A quadrilha de procuradores da força-tarefa e o Moro entendiam que a única forma de me pegar era me levar para [os processos da] Lava Jato. Eu já tinha sido liberado em vários processos fora da Lava Jato. Eles tinham uma obsessão porque queriam criar um partido político e me criminalizar”, disse Lula.

“Moro mentiroso”

O líder petista ainda afirmou que o PT continuará brigando para que Moro seja considerado suspeito e também chamou o ex-juiz de mentiroso.

“Nós vamos continuar brigando para que o Moro seja considerado suspeito. Ele não tem o direito de se transformar no maior mentiroso da história do Brasil e ser considerado herói por aqueles que queriam me culpar. Deus de barro não dura muito tempo. Tenho certeza de que hoje ele deve estar sofrendo muito mais do que eu sofri”, afirmou o petista.

No fim do discurso, o petista ainda criticou Bolsonaro e acusou ele de negligência na demora da compra das vacinas. O ex-presidente ainda acusou Bolsonaro de propagação de “fake news”.

“A questão da vacina não é se tem dinheiro ou não tem dinheiro. É se eu amo a vida ou amo a morte. É saber qual é o papel de um presidente da República no cuidado de seu povo. Um presidente não é eleito para falar bobagem ou fake news”, concluiu Lula.

O pronunciamento é o primeiro de muitos que Lula pretende fazer pelo país nos próximos meses. O Partido dos Trabalhadores deve confirmar Lula como pré-candidato à presidência em breve.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCom dívida de R$ 18,2 milhões, Frigorífico Nova Carne entra em recuperação judicial
Próximo artigoSem fluxo para pagar os de 2020, bares e lojas em shopping querem novos empréstimos