Luciano Hang usa Twitter para falar de vacina e tem conta removida da plataforma

O empresário compartilhou um vídeo onde um médico alerta sobre possíveis complicações causadas pela vacinação contra o coronavírus em crianças

(Foto: Agência Brasil)

O empresário bolsonarista Luciano Hang, dono das lojas Havan, teve a sua conta no Twitter bloqueada. A ação aconteceu nessa quarta-feira (13), depois de o empresário sugerir que pais não deveriam vacinar crianças contra a covid-19.

Na publicação que causou a remoção da conta, é possível ver o médico Augusto Nasser afirmando que a proteína usada no medicamento da Pfizer pode ser tóxica para os pequenos.

O Twitter não informou se pretende restabelecer a conta do empresário. A remoção ocorreu há mais de 12 horas.

Censura contra conservadores e liberais

Essa não é a primeira vez que o Twitter derruba contas de conservadores e liberais no Brasil. Desde a polarização sobre os possíveis efeitos colaterais das vacinas contra o coronavírus, o Twitter vem agindo mais ativamente.

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorProjeto de lei proíbe venda de discos para churrasco com multa de até R$ 3,5 mil
Próximo artigoTCE manda Prefeitura de Rondonópolis suspender licitação de R$ 130 milhões