Literatura é fio condutor de mais de 20 ações que movimentam o Sesc até domingo

No primeiro dia, show lítero-musical do cantor e compositor, Hélio Flanders e lançamento oficial dos livros do Selo Editorial Independente, Arcada, marcam a abertura do evento

O público cuiabano terá várias oportunidades de participar de lançamentos de livros, palestras, oficina de stop motion e animação, shows e espetáculos, todos tendo a literatura como fio condutor. Mais de 20 atividades que promovem a interação entre artistas locais e nacionais, ocorrem entre os dis 23 e 28 de abril. A entrada é gratuita.

No primeiro dia, show lítero-musical do cantor e compositor, Hélio Flanders e lançamento oficial dos livros do Selo Editorial Independente, Arcada, marcam a abertura do evento.

Confira a programação completa, que conta ainda, com oficina de contação de histórias em libras e espetáculo para bebês, de recém-nascidos a três anos:

23, 24, 25 e 26/04 09h /14h/16h – Oficina Literaciência – a oficina utiliza como suporte da literatura a curiosidade humana, a criatividade, o desejo de experimentar e ainda mistura

23/04 – 14h30 – Contação de histórias, com Maurício Ricardo (MT)

23 a 28/04 – “Ele bateu asas e avoou. Virou passarinho”, intervenção literária com a artista plástica Ruth Albernaz, baseada em obras de Manoel de Barros.

23/04 – 19h  – Palestra e Lançamento dos Livros “Lá, onde uma porta jamais parou de bater”; “Você derrubou coisas pelo Caminho”; Versos no atacado e varejo”; e “Coitado do homem cujos desejos dependem”, com Arcada Selo Editorial Independente.

23/04 – 20h – Show Lítero-musical com Hélio Flanders

Foto: Carolina Vianna

24/04 – 14h30 – Contação de histórias com Alicce (MT)

24/04 – 19h – Literatura Paralela, com a participação do Arcada Selo Editorial Independente, Editora Entrelinhas

24/04 – 09h – Contação de histórias com Vinícius Rangel |Escola externa

25/04 – 09h – Contação de história com Cia Arte Negus (MS) | Escola externa

25 e 26/04 – 14h e 16h – Oficina Stop Motion e Animação – Com William Oliveira (SP)

25/04 – 14h30 – Contação de história com Lili Flor & Paulo Pixu (SP)

25 e 26/04 – 14h e 16h– Da Oficina: Mediação de Leitura do Livro “Pantanimais”

25/04 – 19h – Histórias de Improviso, com Cia Arte Negus (MS)

25/04 – 19h – Histórias de Nome – Histórias de Vida, com Lili Flor & Paulo Pixu (SP)

26/04 – 09h – Contação de história com Lili Flor & Paulo Pixu (SP) | Escola externa

26/04 – 13h às 17h e 18h às 22h – Oficina de contação de histórias em Libras

26/04 – 14h30 – Contação de história com Arte Negus (MS)

26/04 – 20h – Espetáculo Caquilhos de Munchausen, com Cia Arte Negus (MS).

27/04 – 15h – Espetáculo Dos Bebês – Acalantos Para Cantar, com Lili Flor & Paulo Pixu (SP)

27/04 – 19h – Minimaratona: Os comandantes literários desta festa em 2019 será a Cia Arte Negus, que com toda a sua alegria apresentará a nossa programação:Vinícius Rangel (MT), Nildeth (MT), Teatro Fúria (MT), Lili Flor & Paulo Pixu (SP), Alicce de Oliveira (MT), Maurício Ricardo (MT) e Mãos de Fada (SP)

28/04 – 17h – Contação de Histórias com Libras, com Grupo Mãos de Fada (SP)

Debate nas escolas

“Vamos Falar de Poesia” , com Caio Augusto Ribeiro

A poesia tem uma importância ímpar na construção da nossa personalidade, sendo impossível descrever todos os seus benefícios, uma vez que o ato da escrita ou da leitura de poemas pode ser a resposta para várias questões humanas. Mas é possível viver de poesia? Como transformar esta arte tão poderosa em um ofício? A partir da troca de experiências sobre sua trajetória, Caio Ribeiro conduz um bate papo com estudantes sobre sua relação com a poesia, seus grandes desafios, contando um pouco sobre suas vivências no mundo da poesia, tendo lançado três livros (Porão da Alma, Colecionador de Tempestades e Manifesto da Manifesta). O segundo bloco do bate papo é intitulado “o que fazer com o que escrevi?” um apontamento de caminhos, onde o autor revela e desmistifica o mundo do “livro”, apresentando caminhos possíveis para publicação desde a fabricação de fanzines artesanais, a auto-publicação, editais e leis de incentivo, trocando com os jovens caminhos possíveis para tornar a poesia possível.

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS