Líder do MBL em MT se diz ameaçado de morte por militante do PCO

“Na próxima te coloco na UTI” e “To doidinho em fazer você cuspir sangue”, foram algumas das ameaças que Ulysses diz ter recebido

O coordenador do MBL em Mato Grosso, Ulysses Lacerda Moraes, 28 anos, registrou um boletim de ocorrência afirmando que o militante do Partido da Causa Operária (PCO), Ricardo Neto, o teria ameaçado de morte na internet.

No dia 06 de abril, Ulysses esteve em uma manifestação pró-Lula na Praça Alencastro, em Cuiabá, gravando um vídeo para sua página no Facebook. Na gravação ele tentava perguntar aos manifestantes: “Por que o Lula é inocente?”.

Muitos se recusaram a responder ao coordenador do MBL, porém, um deles, que conforme o boletim de ocorrência seria Ricardo Neto, teria, segundo Ulysses, tentado quebrar sua câmera e o agredir.

Alguns dias depois da gravação, Ulysses afirmou que Ricardo foi até sua página na internet e fez ameaças dizendo: “Na próxima te coloco na UTI, te aguardo”. “Você mexeu com o cara mais errado em toda sua vida. Nunca vai esquecer quem é o Ricardo Astronauta”. “Tô doidinho em fazer você cuspir sangue”.

As supostas ameaças foram registradas em um “print” por Ulysses, que encaminhou o material à Polícia Civil. O líder do MBL também afirmou que Ricardo tem um canal no Youtube onde incita violência. A reportagem não conseguiu contato com Ricardo.

Veja as ameaças:

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS