Líder do MBL em MT se diz ameaçado de morte por militante do PCO

“Na próxima te coloco na UTI” e “To doidinho em fazer você cuspir sangue”, foram algumas das ameaças que Ulysses diz ter recebido

O coordenador do MBL em Mato Grosso, Ulysses Lacerda Moraes, 28 anos, registrou um boletim de ocorrência afirmando que o militante do Partido da Causa Operária (PCO), Ricardo Neto, o teria ameaçado de morte na internet.

No dia 06 de abril, Ulysses esteve em uma manifestação pró-Lula na Praça Alencastro, em Cuiabá, gravando um vídeo para sua página no Facebook. Na gravação ele tentava perguntar aos manifestantes: “Por que o Lula é inocente?”.

Muitos se recusaram a responder ao coordenador do MBL, porém, um deles, que conforme o boletim de ocorrência seria Ricardo Neto, teria, segundo Ulysses, tentado quebrar sua câmera e o agredir.

Alguns dias depois da gravação, Ulysses afirmou que Ricardo foi até sua página na internet e fez ameaças dizendo: “Na próxima te coloco na UTI, te aguardo”. “Você mexeu com o cara mais errado em toda sua vida. Nunca vai esquecer quem é o Ricardo Astronauta”. “Tô doidinho em fazer você cuspir sangue”.

As supostas ameaças foram registradas em um “print” por Ulysses, que encaminhou o material à Polícia Civil. O líder do MBL também afirmou que Ricardo tem um canal no Youtube onde incita violência. A reportagem não conseguiu contato com Ricardo.

Veja as ameaças:

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorIrmão de Wilson fica em silêncio e depoimento deve ser remarcado
Próximo artigoCaravana de Cuiabá amplia os serviços de cidadania

O LIVRE ADS