Ler sobre estupro faz jovem lembrar de seu caso e denunciar anos após crime

Caso da criança de 10 anos, no Espírito Santo, que ganhou notoriedade nacional, fez vítima ganhar forças para denunciar

Imagem ilustrativa

Uma jovem de 18 anos procurou a polícia na segunda-feira (17) para denunciar ter sido vítima de abuso sexual durante sua infância.

Moradora de Cuiabá, ela contou que o caso da criança de 10 anos estuprada pelo tio, no Espírito Santo, que ganhou notoriedade nacional, a fez ter lembranças do passado e criar forças para denunciar.

Segundo a jovem, ela tinha entre sete e 12 anos quando sofreu o abuso.

A mãe dela foi visitar a mãe do suspeito, cerca de três anos mais velho que ela, e a levou. Ela pediu que o menino a deixasse jogar vídeo-game e ele disse que deixaria se ela fizesse algo com ele.

Apenas uma criança na época, ela aceitou. Os dois foram para atrás de um armário e ele cometeu o estupro.

Ela nunca havia conseguido contar sobre o ocorrido, somente agora conseguiu procurar a polícia.

O caso foi registrado como estupro de vulnerável e encaminhado para investigação da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cuiabá.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorUFMT vai qualificar 150 empresas de MT para exportação
Próximo artigoEscolas e universidades são dispensadas de cumprir 200 dias letivos