“Leituras Possíveis” debate obra de Lucinda Persona na última edição de 2018

Encontro que acontece nesta terça-feira (27), às 19h, no Instituto de Linguagens da UFMT

Nesta terça-feira (27), o ciclo Leituras Possíveis 2018 encerra com literatura mato-grossense. Nesta última edição, a mestranda Judikerle Pereira apresenta a vida e obra da poetisa Lucinda Persona durante o encontro que acontece, às 19h, no auditório M – último piso do Instituto de Linguagens da UFMT. A entrada é franca e haverá emissão de certificados.

Imortal da Academia Mato-Grossense de Letras, Lucinda Persona é poeta e autora de livros infanto-juvenis, contos, crônicas e resenhas, colaborando com jornais e revistas mato-grossenses.

Dois de seus livros de poesia receberam o Prêmio Cecília Meireles da União Brasileira de Escritores (UBE); a obra de estreia “Por imenso gosto (Massao Ohno, 1995)” e “Ser cotidiano (7Letras, 1998)”, publicadas logo em seguida. Seus poemas também aparecem em antologias, como por exemplo a “Roteiro da poesia brasileira: Anos 90”, com seleção e prefácio Paulo Ferraz, publicado em São Paulo.

Paranaense de Arapongas, residente em Cuiabá, Lucinda é bióloga especialista em Política Educacional e Legislação do Ensino pela UFMT e mestre em Histologia e Embriologia pela UFRJ, com estágios de aperfeiçoamento no Chile. Foi membro do Conselho Editorial da Editora da Universidade Federal de Mato Grosso, tendo se aposentado nessa instituição.

O evento é promovido pelo projeto de extensão “Da UFMT para a cidade: linguagens em movimento”, Programa de Pós-Graduação em Estudos de Linguagem (PPGel), que se dedica a revisitar obras e escritores clássicos ou contemporâneos, revelando a diversidade da literatura brasileira.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGeneral Santos Cruz é escolhido novo secretário de governo
Próximo artigoAgropecuária lidera aumento de 16,6% das exportações em outubro