Leitos de UTI: MT atinge taxa de 65% de ocupação e tem apenas 80 vagas

Cálculo da taxa leva em conta os 228 leitos exclusivos para a doença disponíveis no Estado

(Foto: Mayko Toscano/ Secom-MT)

A taxa de ocupação dos leitos exclusivos para covid-19 em Mato Grosso atingiu 65%, nesta quarta-feira (10).

O número leva em conta os 228 leitos exclusivos para a doença disponíveis no Estado. Desses, segundo o governo, 148 já estão ocupados.

Com o crescimento do indicador, apenas 80 leitos estão disponíveis.

Na terça-feira (9), o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, admitiu o colapso do sistema de saúde.

“Colapsamos a ocupação de leitos na Santa Casa [em Cuiabá] e no Hospital Metropolitano [em Várzea Grande] desde o meio-dia de ontem. O número de pessoas que estão chegando ao hospital já em situação grave cresceu muito”, disse.

Há um mês, a taxa era inferior a 5%. Em 8 de maio, o Estado tinha 464 casos confirmados e 15 mortes pela doença. Até esta quarta-feira, o número subiu para 4.762 e 153, respectivamente.

LEIA TAMBÉM

Nas últimas 24 horas, 260 novos casos foram registrados pela SES-MT. Cuiabá é o município com o maior número de casos. São 1.367, ao todo. Várzea Grande, Rondonópolis, Primavera do Leste e Tangará da Serra encerram o os cinco primeiros da lista.

No Brasil, são 772.416 casos e 39.680 vítima fatais da doença. Em um dia, mais de 32 mil novos pacientes foram diagnosticados com a doença.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPrefeito decreta toque de recolher em Cuiabá e prorroga volta às aulas para julho
Próximo artigoConfira o que abre e o que fecha no feriado prolongado de Corpus Christi